Problemas relacionados às varizes, sejam eles puramente estéticos ou de saúde, afetam, de acordo com a Associação Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, aproximadamente 38% dos brasileiros. E se considerarmos apenas as mulheres, esse número cresce ainda mais e chega a  44%.

E para que você fique por dentro do assunto, preparamos este texto para você. Confira e saiba o que são, o que causa, os sintomas e tratamentos para as varizes.

Boa leitura!

O que são as varizes

As varizes costumam incomodar bastante por questões estéticas, principalmente as mulheres. Mas também, podem trazer muito desconforto e até mesmo problemas de saúde mais graves. Assim, é preciso ter muito cuidado.

Mas afinal, o que são as varizes? 

Varizes são veias dilatadas e deformadas, de coloração púrpuro-azulada, que aparecem nos pés e ao longo das pernas. 

Elas surgem devido ao funcionamento inadequado das válvulas das veias das pernas que têm como finalidade impedir o retorno do sangue aos pés após ter irrigado os membros inferiores.

Quando isso acontece, o sangue empoça nas veias provocando deformação, inchaço e alterações na sensibilidade da pele.

Episódios de maior gravidade podem ocorrer tanto por dilatação das veias profundas quanto das superficiais. Nesses casos de insuficiência venosa, podem surgir edema nos pés, úlceras nas pernas e alterações na pigmentação da pele.

O diagnóstico é feito pelo médico, após analisar as queixas do paciente e observar o aspecto dos membros inferiores. Além disso, deve ser realizado um exame chamado eco-doppler (ultrassom vascular), que permite verificar a estrutura das veias. 

As causas das varizes

As causas das varizes são diversas, uma mistura de fatores genéticos e fatores relacionados com o comportamento e estilo de vida.

Parece existir uma alteração genética na estrutura da parede e da válvula das veias que dificultam o refluxo do  sangue e acabam causando a dilatação do vaso sanguíneo.

Os sinais e sintomas das varizes

Os principais sintomas das varizes são: 

  • Perna cansada e pesada;
  • Dores, desconforto e dormência nas pernas;
  • Calor e inchaço nas pernas;
  • Alterações da pele, como hiperpigmentação. 

Essas queixas são mais frequentes no verão, no final do dia e após longas horas na mesma posição.

O que faz mal para as varizes

Apesar do fator genético (se algum familiar de primeiro grau possui varizes, você também tem chances de ter), alguns fatores contribuem para o agravamento da doença venosa tais como: 

  • Obesidade, já que os quilos a mais interferem obstruindo o funcionamento dos vasos sanguíneos;
  • Longas horas em pé ou sentado; 
  • Falta de exercício físico; 
  • Gravidez, uma vez que o crescimento do bebê no útero aperta as veias da pelve, o que repercute direto nos membros inferiores;
  • Alterações hormonais que podem agravar a situação e isso explica porque os homens costumam ter mais varizes do que os homens; 
  • Envelhecimento.

O que é bom para amenizar o problema 

Se você desconfia que está sofrendo com o problema de varizes, procure um médico especialista. Já que se trata de um problema genético (hereditário), não existem maneiras eficazes de prevenir o aparecimento de varizes. Não existem medicamentos ou tratamentos caseiros ou naturais que possam acabar com as varizes.

No entanto, algumas mudanças de hábitos podem ajudar a controlar os sintomas, como por exemplo:

  • É recomendado o uso de meias de compressão (meias elásticas, tanto para homens, como para mulheres). Os resultados serão melhores ainda se você as calçar logo cedo, antes de levantar da cama; 
  • Ande a pé. Caminhar é fundamental para prevenir varizes;
  • Deve-se evitar permanecer de pé ou parado na mesma posição durante muitas horas. Se for inevitável, procure se movimentar para fazer com que os músculos das pernas ajudem o sangue a circular; 
  • Outra boa ideia é elevar as pernas acima do nível do coração por alguns minutos diversas vezes por dia. Isso facilita o retorno do sangue para o centro do corpo;
  • Por fim, deve-se manter o controle do peso, evitando-se a obesidade.   

Quanto ao tratamento, somente o médico especialista em varizes, depois de uma avaliação, poderá indicar a melhor opção de acordo com o tipo de varizes existentes. Lembrando que existem diversos tipos de tratamentos, cirúrgicos e não cirúrgicos, disponíveis na atualidade.

E para saber mais, confira nosso artigo Como evitar varizes? Separamos 5 segredinhos para você e claro, continue acompanhando nosso blog.