Academia: Conheça os sintomas e o tratamento das lesões mais comuns
>>>Academia: Conheça os sintomas e o tratamento das lesões mais comuns

Academia: Conheça os sintomas e o tratamento das lesões mais comuns

Por |2019-11-06T10:40:25+00:0006/11/2019|Cuidados com a saúde, Prevenção|0 comentários

O medo ao fazer os exercícios ou a falta de informações, como o desconhecimento da técnica correta, pode levar o frequentador da academia a sentir dor nas articulações ou nos músculos, fatores que contribuem para as lesões mais comuns na academia.

Pensando nisso, decidimos escrever o presente artigo para que sirva como um alerta quanto aos sintomas e os tratamentos das lesões mais comuns que ocorrem na academia, confira!

Dor no ombro e tendinite

O manguito rotador é um grupo de músculos e tendões que estão ligados aos ossos da articulação do ombro, permitindo que ele se mova e se mantenha estável.

A tendinite ocorre quando tendões (estruturas fibrosas que unem os músculos dos ossos ou outras estruturas) tornam-se inflamadas ou irritadas devido ao esforço excessivo ou sobrecarga.

Outras causas mais comuns de tendinite são posturas corporais ruins, perda de flexibilidade na articulação (causada pela idade) ou movimentos repetitivos por períodos prolongados, entre outros.

Sintomas: Dores agudas ou crônicas no ombro e articulação.

Tratamentos: Aqueça os ombros antes do treino, faça um pequeno exercício cardiovascular ou movimentos de cima para baixo sem peso, sempre pergunte como usar um equipamento de academia corretamente ao instrutor, pois isso poupará muito desconforto a longo prazo.

O objetivo do aquecimento é que seus tendões fiquem mais elásticos e, portanto, suportem melhor a intensidade do exercício que você fará, para que não se machuquem.

Caso as dores persistam, procure ajuda de um microfisioterapeuta e/ou fisioterapeuta esportivo.

Dor cervical

As vértebras cervicais são aquelas encontradas desde a base do crânio até a área dorsal. A dor nas costas durante o treino também é comum e geralmente é causada por tensão muscular.

Sintomas: A área cervical é muito propensa a puxões, desconforto e até tonturas devido à sua localização na região lombar. É o resultado de não conhecer o mecanismo de algumas máquinas, não executar um exercício tecnicamente bem ou se esforçar demais.

Tratamentos: Fazer os exercícios de forma correta como orientado pelos treinadores, massagens relaxantes e sessões com microfisioterapeuta e/ou fisioterapeuta.

Dor lombar

A dor lombar é um tipo de dor que ocorre na parte inferior das costas. Isso ocorre devido à reação inflamatória natural do seu corpo a exercícios intensos, que podem causar microtraumas nos músculos e tecidos musculares circundantes ou posturas corporais ruins ao realizar o exercício.

Sintomas: As sensações podem variar em intensidade, de uma leve facada a uma sensação de dor crônica. Você pode ter espasmos dolorosos ou sentir que a região lombar é sensível ao tocá-la.

Tratamento: Para ajudar a evitar uma lesão lombar, é importante manter uma boa postura durante os exercícios, sem esquecer os alongamentos, para relaxar toda a área e aliviar a tensão.

Dor na munheca (Mão e pulso)

O túnel do carpo é uma passagem estreita de ligamentos e ossos na base da mão que contém nervos e tendões. Às vezes, o espessamento dos tendões irritados ou outras estruturas inchadas estreita o túnel e causa compressão nervosa.

Os pulsos, juntamente com as mãos, fazem um trabalho importante nas garras do haltere ou da barra em treinamento.

Sintomas: formigamento nas mãos, fraqueza no aperto ou dormência na mão, embora, se a condição se desenvolver, possa incluir todo o braço.

Isso geralmente ocorre devido a um túnel do carpo menor do que o causado, inflamação após trauma, excesso de peso ou movimentos repetitivos.

Tratamento: Na academia, faça pausas mais longas e não faça movimentos bruscos do pulso ao executar os exercícios.

Exercitar e fortalecer os antebraços fará com que os músculos principais (flexores, extensores e supinadores longos) ganhem força e evitem possíveis lesões futuras.

Se você sofre de síndrome do túnel do carpo ou percebe seus sintomas, a melhor coisa a fazer é ir ao médico para um diagnóstico. É importante saber onde está a origem da dor para tratá-la corretamente.

Gostou do nosso artigo? Caso você sofra, já tenha sofrido ou até mesmo queira evitar de vir a sofrer alguma dessas lesões, não deixe de procurar a microfisioterapia curitiba para realizar o tratamento ou a prevenção de dores musculares.

Deixe seu comentário