As palmilhas ortopédicas ou órteses plantares, como são chamadas pelos médicos, são produzidas de acordo com o perfil da pessoa.

Seu uso tem como principal objetivo ajudar no tratamento ortopédico para aliviar as dores causadas por alterações posturais.

Além disso, servem também para suplantar patologias presentes no aparelho locomotor. Normalmente esses problemas manifestam em forma de dores nas pernas, pés, joelhos e tornozelos dificultando a locomoção.

A melhor forma de aliviar o problema é procurando orientação de um ortopedista para que ele prescreva qual a palmilha adequada.

Quer conhecer os principais tipos que existem e para que servem? Então leia o texto abaixo para saber mais.

Palmilhas: principais tipos e funções

Existem vários tipos de palmilhas ortopédicas, uma vez que elas são produzidas com o objetivo de tratar algum problema existente.

O fato de serem feitas de acordo com o perfil e a necessidade de cada paciente, como falamos anteriormente, é uma condição que a diferencia das palmilhas que acompanham os sapatos que compramos.

A função delas é apenas estética, para deixar o sapato um pouco mais confortável. Por isso, caso você sinta alguma dor nos membros inferiores, procure um médico para fazer uma avaliação.

O profissional adequado para prescrever a palmilha de acordo com o seu problema é o ortopedista.

Cada palmilha recebe elementos específicos para corrigir o problema enfrentado. Os principais são:

  • Barras;
  • Calços;
  • Cunhas.

Somente o ortopedista poderá definir a espessura e a densidade desses elementos para alcançar os objetivos de correção.

Veja abaixo os principais tipos e para que tipo de tratamento elas servem:

Palmilhas ortopédicas

Esse tipo de palmilha é específico para tratar dores que impedem a perfeita locomoção. Os primeiros sinais começam nos joelhos, nas pernas, pés e tornozelos.

As palmilhas devem ser produzidas de forma específica e personalizadas para tratar o problema enfrentado e melhorar a dor.

É possível encontrar palmilhas ortopédicas prontas, no entanto, somente o ortopedista poderá indicar qual será a mais adequada.

Palmilhas terapêuticas

Como o próprio nome já diz, a função desse tipo de palmilha é proporcionar tratamento terapêutico, promovendo o relaxamento dos músculos.

Além disso, ela contribui para que o usuário mantenha o equilíbrio na postura durante o tempo que está calçado. Dessa forma, há menos sobrecarga, o que diminui de forma considerável o cansaço e câimbras.

Outro benefício obtido com o uso da palmilha terapêutica é o estímulo da circulação sanguínea e do metabolismo.

A parte sensorial dos pés também recebe benefícios devido aos estímulos, o que contribui para melhorar a saúde de forma geral.

Palmilhas para obter conforto

O principal objetivo desse tipo é fazer com que o calçado se adeque ao pé, evitando dores e desconfortos.

É ideal para quem trabalha o dia todo em pé, pois, contribui para diminuir a sensação de cansaço nas pernas no final do dia.

Além disso, elas servem também para pessoas que precisam ter cuidados extras com os pés, em especial pessoas diabéticas.

Elas possuem espuma fabricada com material especial, que proporciona conforto e molda ao pé, evitando lesões.

Principais problemas que precisam usar palmilha para tratamento

Pé chato

Esse é um problema bastante comum e o tratamento com o uso de palmilhas é uma opção. Sua característica principal é a ausência de curva na planta dos pés.

O ideal é começar o tratamento por volta dos 7 anos de idade. Se o tratamento não for feito nessa idade, não há como fazer nada na vida adulta.

Pode ser que o problema seja pela obesidade, resultando em dores e dificuldade de locomoção.

Tratamento de lesões

Elas são muito úteis para tratamento de lesões, especialmente em caso de pessoas envolvidas na prática de esportes.

Para obter resultados satisfatórios é preciso que seu uso seja feito de forma adequada, seguindo as orientações do especialista.

Sem contar que o uso da palmilha não é algo milagroso, sendo assim, é preciso averiguar a situação para definir o melhor tratamento.

Dor nos pés

A dor nos pés pode ter várias causas, tais como artrite ou artrose, lesão nos nervos dos pés, sapatos duros e outros problemas.

Para conhecer de fato o motivo, se ele não for aparente, como o caso de sapatos duros, que podem ser substituídos, é importante procurar o ortopedista.

Após a identificação da causa, o médico vai prescrever o tipo ideal para tratar o problema.

Preciso de palmilhas já!

O uso de palmilhas tem se mostrado muito eficaz em vários tratamentos. No entanto, sua eficácia só acontece quando ela é usada de forma correta e de acordo com a prescrição do ortopedista.

Sendo assim, nada de comprar uma palmilha por conta própria e começar a usar sem antes saber seu problema e qual o tipo ideal.

Após consultar o ortopedista, vá direto à loja Maconequi para escolher a sua palmilha. Temos os mais variados modelos, tamanhos e marcas.

Além disso, oferecemos a melhores condições de pagamento para que você possa adquirir os produtos que precisa com total facilidade. Acesse nosso site ainda hoje!