Tipos de curativos: confira os 5 que você precisa conhecer!
>, Equipamentos, Produtos para Saúde, Profissionais da Saúde>Tipos de curativos: confira os 5 que você precisa conhecer!

Tipos de curativos: confira os 5 que você precisa conhecer!

Cada tipo de ferida merece um cuidado e um curativo específico. Afinal, é assim que funciona nos hospitais quando médicos e enfermeiros precisam tratar lesões na pele. E é assim que também deve ser quando cuidamos dos machucados em casa. Dito isso, neste artigo, você vai conhecer os 5 principais tipos de curativos e também como escolher o melhor deles, levando em conta os estágios e graus de contaminação diferentes em que a ferida se encontra.

Continue a leitura e confira!

O que é ferida?

Uma ferida é uma interrupção da continuidade do tecido da pele. Então, quando ela é proposital, com cuidados de esterilização, é chamada de cirúrgica. Mas quando surge de forma espontânea, “de dentro para fora”, e tem relação com alguma doença, é considerada patológica. Por outro lado, a ferida traumática é causada por fatores externos.

As feridas têm profundidade e graus de contaminação diferentes, por isso, cada uma precisa de um tipo de cuidado. Então, quer conhecer um pouco mais sobre os principais tipos de curativos e feridas? Isso soma alguns pontos naquela nossa lista de habilidades, não é?


Quais são os principais tipos de curativos?

Podemos classificar os curativos de algumas formas. No grupo de curativos passivos estão aqueles feitos com produtos que protegem a ferida, como algodão, gaze e esparadrapo. Na categoria dos ativos, eles podem ter o objetivo de propiciar um ambiente úmido e limpo sobre a ferida ou ter substâncias que estimulam a cicatrização.

Outra classificação separa os curativos entre abertos, oclusivos, secos, úmidos e compressivos. Por isso, dependendo da ferida, algum deles será necessário.

1. Alginato

Os curativos de Alginato de Cálcio e Sódio são ótimos para absorver o excesso de secreção produzido em alguns tipos de feridas, em um processo chamado de exsudação. Esses curativos têm propriedades de algas com a capacidade de absorver secreções e transformá-las em gel. Por isso, o curativo vai diretamente sobre a ferida e deve ter uma cobertura a mais com gaze e fita.

 

2. Carvão ativado

Curativos com carvão ativado impedem e tratam a proliferação de bactérias. Nesses curativos, a prata exerce uma função bactericida, ideal para feridas com mau odor, pus e infecção.

3. Hidrogel

A grande vantagem de um curativo com hidrogel é que ele mantém a área úmida e ajuda que as partes sem vida de uma ferida necrosada se descolem, sem causar dor à pessoa. Ele é indicado para feridas como úlceras, queimaduras de segundo grau e necroses.

4.  Hidrocoloide

Esse tipo de curativo é uma ótima opção para feridas com pouca produção de secreções e que não estejam infectadas. Eles mantêm a área limpa, úmida e protegida. Algumas marcas têm a vantagem de que podem permanecer mais de um dia sobre a ferida. Outro benefício é que são à prova d’água e fáceis de aplicar em áreas como cotovelos.

5. Antissépticos

Os antissépticos estão entre os principais tipos de curativos. Eles são mais simples, porém são eficazes na limpeza e impedimento de proliferação de bactérias.Os mais comuns são o álcool a 70% e aqueles à base de clorexidina. É importante ressaltar que o éter e a água oxigenada não são indicados para o tratamento de feridas.

 

Qual a importância de ter esses tipos de curativos em casa?

Para garantir uma cicatrização perfeita e evitar o agravamento de feridas que pedem mais cuidados é importante ir além da combinação tradicional com antisséptico, algodão e gaze. Por isso, vale a pena conhecer opções de curativos para garantir um bom kit de primeiros socorros e de cuidados médicos.

Veja também: como fazer curativos.

Com crianças em casa, a importância de ter esse material à mão para cuidar de qualquer imprevisto é ainda maior, afinal, nossos pequenos são imprevisíveis. Quando a gente vê, podem ter se machucado. A vantagem de um kit com esses principais tipos de curativos é que, independentemente da ferida a ser tratada, você estará preparado para os primeiros socorros.

Gostou de conhecer esses tipos de curativos? Então confira mais um de nossos posts — Como montar um kit de primeiros socorros? Veja 5 itens essenciais! — e continue aprendendo!

  1. Elizangela 31/10/2018 at 18:45 - Reply

    Adorei

    • Maconequi 08/11/2019 at 13:48 - Reply

      Ficamos felizes por isso, Elizangela!
      Abraços!

  2. Luzdalma 21/11/2019 at 00:10 - Reply

    E para cirurgia q está aberta,qual curativo???

    • Maconequi 21/11/2019 at 09:26 - Reply

      Olá, Luzdalma!
      Para feridas cirúrgicas é indicado o hidrocoloide, que é um tipo de curativo semi oclusivo que serve exatamente para proteger essa ferida e absorver as secreções.
      Espero ter ajudado!
      Abraços!

Deixe seu comentário