Início>Para que serve cada tipo de agulha e seringa?

Para que serve cada tipo de agulha e seringa?

Por |2020-05-04T10:57:15-03:0006/03/2020|Sem categoria|0 Comentários

As agulhas e as seringas são dois dos materiais mais usados por uma equipe de enfermagem. Você já deve ter reparado que elas estão disponíveis em diversos tamanhos, mas você sabia que cada tipo de agulha é indicada para procedimentos específicos?

Para estudantes e profissionais da enfermagem, é muito importante saber o que difere uma agulha ou uma seringa da outra. São questões que facilmente caem em provas admissionais, além de serem essenciais para o preparo e a administração de medicamentos.

Os componentes e os calibres das agulhas

Para começar, precisamos entender quais são os componentes básicos de uma agulha. Temos o canhão, que é a parte mais larga da agulha, onde encaixamos a ponta da seringa; a haste, que é a parte maior e mais fina; e o bisel, que é a ponta da agulha com óstio em diagonal.

componentes da agulha | bisel, haste e canhão

Os calibres definem o tamanho da agulha, e cada tamanho é representado por uma cor específica. Essa configuração por cores pode variar um pouco de acordo com o fabricante, por isso é preciso prestar bastante atenção.

Segue a seguir uma lista com as principais cores e tamanhos de agulhas.

  • Amarelo: 13 x 0,30mm;
  • Marrom: 13 x 4,5mm e 13 x 4mm;
  • Roxo: 20 x 0,55mm;
  • Azul: 25 x 0,6mm;
  • Verde água: 25 x 0,80mm;
  • Cinza escuro: 30 x 7mm e 25 x 7mm;
  • Verde: 30 x 8mm e 25 x 8mm;
  • Rosa: 40 x 12mm e 40 x 10mm.

Cores e indicações de cada tipo de agulha

Como foi citado no começo do texto, cada tipo de agulha é indicada para procedimentos específicos. A escolha da agulha certa vai depender da via de administração, do local, do volume e da viscosidade da medicação, além, é claro, das condições da pele e musculatura do paciente.

tamanhos de agulha | cores

Agora, confira a cor e a indicação de uso de cada tipo de agulha.

Amarelo

Essa agulha é bem fina e pequena, muito utilizada para administrações subcutâneas em uso pediátrico e neopediátrico. Os medicamentos indicados para esse tipo de agulha são aqueles com aspectos aquoso e oleoso.

Marrom

Essa agulha pode ser encontrada nos tamanhos 13×4,5mm e 13x4mm. As diferenças entre elas são mínimas. A 13×4,5mm, assim como as agulhas de canhão amarelo, podem ser utilizadas em administrações subcutâneas na área pediátrica, mas é mais comum o uso em administrações intradérmicas em adultos. Já com as 13x4mm são preferíveis em crianças acima de 10 anos. A agulha de canhão marrom costuma ser utilizada para vacinas e com soluções aquosas.

Roxo

Essa é indicada para aspirar medicações aquosas em volumes menores e também é muito utilizada na administração intramuscular, subcutânea e intravascular (como vacinas). No caso de coleta de sangue, esse calibre é utilizado em pessoas que têm veias muito finas.

Azul

Essa agulha é muito utilizada em coletas de sangue, por ter um calibre mais fino e delicado, mas também pode ser utilizado em administrações de soluções aquosas ou vacinas pelas vias subcutânea e endovenosa.

Verde água

Essa é indicada para diferentes medicações, soluções e vias dependendo da anatomia do paciente.

Cinza escuro

A agulha de calibre 30x7mm é utilizada para aplicação de vacinas e insulina pelas vias intravasculares e endovenosas em adultos. A 25x7mm tem a mesma função, mas como ela é mais fina, é mais indicada para o uso pediátrico e em pacientes muito magros.

Verde

Essa agulha indicada para aplicação de soluções aquosas e oleosas pelas vias intramusculares para pacientes adultos, mas como ela é um pouco mais grossa que a cinza escuro, ela é mais indicada para pacientes obesos ou com sobrepeso.

Rosa

Essa agulha é a que tem o calibre mais grosso, podendo ser encontrada em 40x12mm ou 40x10mm. Ela é indicada para aspirar medicações em grande volume.

Seringas também têm tamanhos e indicações diferentes

Não podemos falar de agulhas sem falar sobre seringas, já que elas trabalham juntas. Para escolher a seringa certa é preciso levar em consideração a via que será utilizada e o volume do medicamento. Antes de entrarmos em detalhes, vamos falar sobre os componentes de uma seringa.

componentes da seringa | corpo, embolo e bico

Os componentes básicos são o êmbolo, o corpo e o bico. O êmbolo é a parte interna da seringa, usada para puxar e empurrar o medicamento. O corpo é a parte externa, local onde a medicação é inserida. E o bico é a parte distal da seringa, onde encaixamos o canhão da agulha.

Confira agora os principais tamanhos e indicações das seringas:

  • 1 ml: Essa seringa é dividida em 100 partes iguais. Chamamos de unidades internacionais (UI). Ela é indicada para administrar medicamentos por via intradérmica e subcutânea.
  • 3 ml: A seringa de 3 ml é dividida em mm³, ou seja, de 0,5 em 0,5 ml, e cada 0,5 ml é dividido em 0,1 ml. Ela é indicada para administrar medicamentos por via intramuscular e endovenosa.
  • 5 ml: Essa seringa também é dividida em mm³, porém sua divisão é de 1 em 1 ml e cada 1 ml é dividido em 0,2 ml. Assim como a seringa de 3 ml, ela é indicada para administrar medicamentos por via intramuscular e endovenosa.
  • 10 ml: A seringa de 10ml tem a mesma divisão da seringa de 5 ml, a única diferença é que ela é maior e indicada apenas para a administração de medicamentos por via endovenosa.
  • 20 ml: Já a seringa de 20ml é dividida em mm³, sendo que é graduada de 1 em 1 ml do início ao fim. Ela é indicada para administrar medicamentos por via endovenosa e na alimentação enteral.

Tipos de administração de medicamentos

Ao explicar sobre os tipos de agulhas e seringas, falamos sobre alguns tipos de administração de medicamentos. Citamos as vias intramuscular, subcutânea, intravascular, intradérmica e endovenosa. Vamos explicar a diferença entre cada uma delas agora.

  • Intramuscular (IM): Aqui os medicamentos são administrados no músculo. Os locais mais utilizados para esse tipo de administração são o glúteo, o vasto lateral da coxa e o músculo deltoide;
  • Subcutânea (SC): Aqui os medicamentos são administrados sob a pele (tecido subcutâneo). Os medicamentos mais utilizados nesse caso são a insulina, a heparina e algumas vacinas;
  • Intradérmica (ID): Aqui os medicamentos são administrados na derme com capacidade de pequenos volumes (0,1 a 0,5ml);
  • Endovenosa (EV) ou intravenosa: Aqui os medicamentos são administrados diretamente na corrente sanguínea através da veia. Geralmente esse tipo de administração é muito usado quando o medicamento não é compatível com a via oral;
  • Intravascular (IV): Aqui os medicamentos também são administrados diretamente na corrente sanguínea, porém não apenas pela veia, podendo ser pelas artérias ou qualquer outro meio no qual seja possível chegar na corrente sanguínea.

Uma curiosidade interessante é que o modo de fazer essas administrações são melhores compreendidas quando usamos os ângulos que aprendemos nas aulas de matemática. A intramuscular é aplicada no ângulo de 90º, a subcutânea no ângulo de 45º, a intravenosa no ângulo de 25º e a intradérmica no ângulo entre 10º e 15º. Veja na imagem:

administração de medicamentos | intramuscular, subcutânea, intradermica e endovenosa

Cuidados básicos com agulhas

  1. Sempre que for manusear uma agulha que não tem um dispositivo de segurança, não tente reencapa-la depois do uso. O risco de acidentes por perfuração é muito grande.
  2. O ideal é o uso de agulhas com o dispositivo de segurança e do coletor de materiais perfurocortantes.
  3. Quando for aspirar um medicamento, não use a mesma agulha em medicamentos diferentes. Essa mistura pode fazer com que esses medicamentos percam a eficácia.
  4. Não utilize o canhão da agulha para reencapar equipos! Nem mesmo se a agulha estiver encapada, já que a capinha pode sair facilmente. Você pode esquecer que a agulha está lá quando for descartar o equipo, pode ferir e até mesmo contaminar quem manusear aquele lixo posteriormente.

Se você gostou desse post, não deixe de conferir nosso outro artigo que fala sobre aparelhos de enfermagem e fique por dentro do que não pode faltar no seu kit! Boa leitura!

Deixar Um Comentário