Tendinite no joelho: quem tem pode fazer caminhada?

| |

A tendinite no joelho é uma doença que afeta muitas pessoas e que ocorre por conta da repetição de movimentos, traumas locais e uso em excesso do membro afetado. 

Ela causa, entre outras coisas, muita dor, dificuldade de movimento e inchaço. Causa também muitas dúvidas, como por exemplo, quem tem tendinite no joelho pode fazer caminhada

E para responder essa questão, elaboramos este conteúdo especial. Acompanhe!

O que é a tendinite no joelho

A tendinite no joelho, também conhecida como tendinite patelar ou joelho de saltador, é uma inflamação no tendão da patela do joelho que provoca muita dor na região, principalmente ao caminhar ou fazer exercícios físicos. 

O tendão faz parte da estrutura muscular e é responsável pela ligação entre o músculo e o osso. Quando você contrai um músculo, é o tendão que ‘puxa’ o osso e movimenta a articulação. 

É comum em atletas profissionais ou amadores que praticam esportes com frequência, principalmente futebol, tênis, basquete ou corredores, devido ao uso excessivo dos músculos extensores (parte posterior da coxa) para saltar e correr.

A tendinite no joelho pode surgir também em trabalhadores que executam diariamente funções repetitivas e em idosos devido ao desgaste progressivo da articulação. 

O principais sintomas de tendinite no joelho são: 

  • Dor na frente do joelho;
  • Dor que piora ao saltar ou correr;
  • Inchaço do joelho;
  • Dificuldade para movimentar o joelho;
  • Sensação de joelho duro ao acordar. 

Além disso, ela pode ser classificada em graus de acordo com a intensidade dos sintomas e do momento em que surgem em:

  • Grau I: dor leve após as atividades;
  • Grau II: dor no início dos exercícios, mas sem perda do rendimento nos treinos;
  • Grau III: dor durante e após atividade física, com perda do rendimento nos treinos;
  • Grau IV: ruptura parcial ou total do tendão patelar. 

A tendinite no joelho e a prática de esportes

Qualquer esporte pode provocar a tendinite, desde o basquete até a simples caminhada. 

Quando o paciente é acometido por tal enfermidade, devemos afastá-lo da atividade desencadeante de seus sintomas e é recomendado o repouso e o uso de analgésicos para alívio da dor. 

 Ao sair do quadro agudo de dor, o paciente deve iniciar a fisioterapia

No início da fisioterapia, os exercícios têm como objetivo o alongamento muscular e ganho de amplitude de movimentos. Posteriormente, inicia-se o fortalecimento gradual e quando a força muscular alcança um nível satisfatório, o paciente pode começar o retorno aos treinos do esporte.

Ou seja, o paciente com tendinite pode fazer caminhada, desde que já tenha passado por sessões de fisioterapia e tenha sido liberado pelo médico. 

A prática de qualquer atividade física sem fortalecimento muscular e orientação profissional pode causar ou piorar os casos de tendinite no joelho. 

Como se prevenir da tendinite no joelho

A tendinite acontece quando os músculos e tendões não estão preparados para determinadas atividades. Por isso, a melhor prevenção seria a prática de atividades físicas, incluindo exercícios de alongamento e fortalecimento muscular. 

Mas atenção: é importante realizar atividades físicas de forma correta. Quando a repetição de um movimento causa dor isso pode significar que ele está sendo feito de forma errada. 

Por fim, ao notar qualquer sintoma de tendinite no joelho, você deve consultar um fisioterapeuta ou um ortopedista para fazer exames, raio-X, ultrassonografia ou ressonância magnética, para confirmar a tendinite e iniciar o tratamento adequado.

O tratamento da tendinite

A tendinite no joelho pode ser tratada com repouso e aplicação de gelo por 15 minutos 3 vezes por dia ou conforme orientação médica.

Porém, se a dor persistir por mais de 10 dias, é importante consultar um ortopedista para iniciar a ingestão de remédios analgésicos e anti-inflamatórios para diminuir a inflamação do local e aliviar a dor.

A fisioterapia também é recomendada. Devem ser realizados exercícios de alongamento e de fortalecimento dos músculos de toda perna, mas especialmente dos músculos da parte da frente da coxa.

Porém, em casos mais graves, ou seja, quando a tendinite no joelho não desaparece com repouso, medicação e fisioterapia após cerca de 3 meses, pode ser necessário fazer cirurgia para reparar os danos provocados no tendão do joelho.

Bom, agora que você já sabe um pouco mais sobre tendinite no joelho, confira outros conteúdos interessantes aqui no nosso blog. Boa leitura!

Anterior

Especialidades médicas: II CAEM capacita e incentiva estudantes

Aprenda 5 exercícios para tendinite no ombro

Próximo

Deixe um comentário