Início>Cuidados com a saúde>Produtos para Saúde>Sutiã pós-cirúrgico: entenda sua importância

Sutiã pós-cirúrgico: entenda sua importância

Por |2020-05-28T09:59:01-03:0012/01/2018|Cuidados com a saúde, Produtos para Saúde|0 Comentários

Cirurgias nas mamas têm se tornado recorrentes não só nas clínicas de estética do Brasil. Cada vez mais, as mulheres optam por operações e procedimentos desse tipo, tanto pela própria estética, ou pela busca de uma boa qualidade de vida e saúde. Mas por se tratar de uma cirurgia, algumas recomendações e precauções devem ser tomadas para a obtenção do melhor resultado. Um exemplo disso é o uso do sutiã pós-cirúrgico, assunto do post de hoje e essencial nessas ocasiões.

Confira o que é o sutiã pós-cirúrgico e qual sua importância após um procedimento desses. Em seguida, saiba qual o modelo ideal para ser usado e os devidos cuidados a serem tomados. Boa leitura!

O que é o sutiã pós-cirúrgico

O sutiã pós-cirúrgico é uma peça de roupa especial, particularmente utilizada em momentos de recuperação depois de procedimentos cirúrgicos. A peça é muito recomendada por cirurgiões plásticos e clínicas de estética após o implante de próteses. Ela, no entanto, não tem apenas essa função: os sutiãs pós-cirúrgicos são indicados também após uma mamoplastia redutora ou depois de uma mastopexia (que muda o formato das mamas), por exemplo.

Atualmente, existem muitos tipos de sutiãs pós-cirúrgicos no mercado, mas a maioria tem uma constituição básica comum: são confeccionados a partir de tecidos macios e elásticos, como poliamida e elastano. Além disso, são mais largos que os modelos convencionais, com alças que oferecem maior sustentação, e são bem confortáveis.

Qual a sua importância no pós-operatório

O uso do sutiã pós-cirúrgico é crucial no processo de recuperação de uma cirurgia. Para se ter uma ideia, a cicatrização completa de uma mamoplastia de aumento, em que são colocadas próteses para tornar as mamas maiores, demora em média um ano.

No entanto, a parte mais crítica do processo se dá nos três primeiros meses, quando ocorre cerca de 80% da cicatrização dos tecidos. O sutiã pós-cirúrgico promove todo o suporte necessário pois envolve a região torácica e sustenta as mamas recém-operadas, facilitando a circulação e diminuindo o inchaço local.

Além disso, a peça é essencial para manter os implantes no lugar correto durante os primeiros meses, evitando que as próteses se desloquem. É importante frisar que o tempo de uso do sutiã pós-cirúrgico varia de caso para caso, mas, em geral, deve ser regular e contínuo durante o dia e até na hora de dormir, para garantir máximo bem-estar ao paciente.

Qual o modelo ideal e quais cuidados devem ser tomados

Existem muitos modelos de sutiãs pós-cirúrgicos disponíveis, mas há os que mais se destacam na hora da escolha e representam a opção ideal. O mais recomendado é aquele com abertura frontal, sem costuras e de alta qualidade. Além disso, escolha aqueles com boa elasticidade e bojo pré-montado, características que oferecem modelação e sustentação, além de conforto e segurança após a operação.

Depois de escolher a peça, é importante seguir alguns cuidados. Para tanto, cumpra com compromisso as recomendações do médico, respeitando as horas mínimas de uso e seguindo as orientações corretas. Na maior parte das vezes, o sutiã pós-cirúrgico só pode ser retirado durante o banho, para segurança do paciente.

Cuidados pós-cirurgia:

  • Evite movimentos bruscos.
  • Evite atividades físicas nos primeiros 3 meses.
  • Evite correr ou caminhar muito rápido.
  • Não durma sobre as mamas.
  • Atividades sexuais podem ser retomadas após algumas semanas se não houver desconforto.

O sutiã pós-cirúrgico é quase uma obrigatoriedade para quem passa por um procedimento operatório nas mamas dada a sua grande importância na recuperação. Para tanto, seu uso deve ser feito com responsabilidade e compromisso. Em caso de dúvida, não deixe de consultar seu médico!

Gostou deste post? Então, não deixe de conferir nossas opções em sutiãs pós-cirúrgicos!

Deixar Um Comentário