Sequelas da Covid-19: quais são elas e que cuidados devem ser tomados

| |

Apesar de já estar presente entre nós há um tempo, a Covid-19 ainda é uma doença que guarda alguns segredos e por isso, é muito estudada pela comunidade científica. Entre as inúmeras incógnitas relacionadas à doença, a totalidade de sequelas da Covid-19 ainda é um ponto que precisa ser melhor investigado. 

Porém, já se sabe que suas sequelas podem atingir diferentes partes do organismo e que, até mesmo depois de meses do contágio e da alta médica, existe a chance de surgirem incidentes com origem na doença.

E para que você conheça as principais sequelas da Covid-19 e quais cuidados devem ser tomados, preparamos este conteúdo especialmente para você. Confira e não se esqueça de usar a máscara, higienizar as mãos, evitar aglomerações e se vacinar. Se todos nós fizermos nossa parte, poderemos vencer a Covid-19.

Boa leitura! 

As sequelas da Covid-19 

Entre as sequelas mais comuns que podem perdurar por semanas, podemos citar:

  • Tosse seca;
  • Cansaço;
  • Fraqueza muscular;
  • Dor de cabeça;
  • Alteração na função cognitiva, como perda de concentração, de memória e desorientação;
  • Alopécia, ou seja, a repentina perda de cabelo;
  • Perda de olfato e paladar. 

Existem casos também de problemas cardíacos que podem causar arritmias, tais como: 

  • Miocardite: inflamação no músculo do coração;
  • Pericardite: inflamação na membrana que reveste o coração; 
  • Miosite: condição que acomete os músculos e provoca riscos de fraqueza aguda e generalizada.

O coronavírus também pode desencadear problemas pulmonares como a fibrose, um enrijecimento progressivo do pulmão capaz de ocasionar falta de ar e má circulação sanguínea. E pode ainda causar problemas neurológicos mais graves, como sequelas variáveis de AVC (acidente vascular cerebral).

Outro aspecto importante que deve ser destacado é que a doença pode desencadear desordens emocionais e psiquiátricas, como fobias e síndromes do pânico, tanto nas pessoas acometidas pelo vírus, quanto naquelas que convivem com familiares e amigos doentes. 

E sim, infelizmente, assintomáticos também podem apresentar sequelas. 

Como tratar as sequelas da Covid-19

O primeiro passo para se livrar das sequelas da Covid-19 é, após a fase aguda da doença, realizar um check-up para avaliar o estado geral de saúde.

Os idosos e demais pacientes que estiveram internados, mesmo sem a necessidade de ventilação mecânica, ao terem alta, recebem orientação de acompanhamento no próprio hospital. E o tempo desse acompanhamento vai variar de acordo com a gravidade de cada caso.  

Alguns centros médicos montaram ambulatórios para atender apenas pacientes que tiveram a infecção. Neles, após uma avaliação inicial será definido em qual perfil de risco o paciente se encaixa e quais as possíveis sequelas. A partir disso, ele será encaminhado aos especialistas necessários, realizará os exames que forem recomendados e receberá orientações para uma melhor recuperação pós-covid.

Mas não há motivos para pânico. Quem já foi infectado e se recuperou deve ficar atento a possíveis alterações em seu organismo e buscar ajuda caso note que os sintomas vêm piorando. No entanto, tenha sempre em mente que, em geral, as pessoas se recuperam totalmente da COVID-19 quando obedecem às orientações médicas e tomam os cuidados necessários. 

Assim, é importante, mesmo após a alta médica, procurar ajuda de profissionais de sua confiança, se alimentar bem, manter uma vida saudável e evitar uma segunda infecção por meio de uso de máscara, distanciamento social, hábitos de higiene e vacinação.

Gostou deste conteúdo? Quer dicas e informações sobre saúde e bem-estar? Então continue acompanhando nosso site e confira nosso artigo Como usar máscara de proteção respiratória em tempos de Covid-19 e muitos outros conteúdos que vão te ajudar a ter mais qualidade de vida. 

 

Anterior

Como aliviar dores nas articulações? Confira 7 dicas aqui

Higiene bucal: qual é a forma correta de higienizar a boca?

Próximo

Deixe um comentário