Quantas horas devemos dormir para ter uma boa qualidade de sono?

| |

Uma boa noite de sono é fundamental para a saúde, certo? Mas quantas horas devemos dormir todas as noites? É comum ouvirmos que o ideal são cerca de oito horas seguidas para que se tenha um dia mais produtivo, mas será que é isso mesmo?

Pois bem, se você também tem dúvidas quanto a quantidade de sono e não faz a mínima ideia se está dormindo demais ou de menos, confira este nosso novo conteúdo e descubra quantas horas você deve dormir.

Boa leitura! 

Quantas horas devemos dormir 

O sono tem um papel muito importante para o organismo, pois exerce a função de restauração celular. Ou seja, é durante o sono que o corpo se renova e se recupera para um novo dia. Dessa forma dormir pouco, mas também dormir muito, pode ser muito prejudicial. 

Pensando nisso, especialistas da National Sleep Foundation, um instituto de pesquisa dos Estados Unidos que se dedica a estudar o sono, publicou algumas recomendações sobre quantas horas de descanso são necessárias de acordo com cada faixa etária. E os resultados, foram os seguintes: 

  • Crianças de 1 – 2 anos: é recomendável que durmam entre 11 e 14 horas;
  • Crianças de 3-5 anos: não devem dormir menos de 7 horas ou mais de 12 horas;
  • Crianças de 6-13 anos: é recomendado dormir entre 9 e 11 horas;
  • Adolescentes de 14-17 anos: devem dormir cerca de 10 horas por dia;
  • Jovens de 18-25 anos: não devem dormir menos de 6 horas ou mais do que 10 ou 11 horas;
  • Adultos de 26-64 anos: o ideal é dormir entre 7 e 9 horas;
  • Idosos com 65 anos ou mais: devem dormir de 7 a 8 horas por dia.

O que acontece quando se dorme demais ou de menos

Agora que você já sabe quantas horas devemos dormir, é interessante saber o que acontece quando dormimos muito ou pouco. 

Quando se dorme pouco as consequências são as seguintes:

  • Falhas de memória;
  • Cansaço excessivo;
  • Olheiras; 
  • Envelhecimento; 
  • Estresse e descontrole emocional; 
  • Comprometimento das defesas do organismo.

Por fim, em crianças e adolescentes, a privação de sono pode interferir no crescimento e desenvolvimento

Já quando o assunto é dormir demais, fique sabendo que, de acordo com os especialistas, isso pode contribuir para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares e hipertensão. Isso acontece porque durante o sono há redução da atividade cardiovascular, queda da pressão arterial e da frequência cardíaca. 

No mais, dormir demais pode indicar problemas emocionais, como depressão, já que dormindo estamos alheios à realidade e podemos esquecer nossos problemas. 

Criando uma rotina para dormir melhor

Se você percebeu que está dormindo pouco ou muito, é hora de consertar isso. E para começar a ter sono na quantidade ideal, é preciso criar uma rotina de sono. 

Manter o maior número de atividades durante o dia e evitar os cochilos à tarde são duas dicas simples que podem fazer uma grande diferença. 

É importante também se preparar para dormir com um banho relaxante, um chá, uma boa leitura, música calma e até mesmo tranquilizantes, em alguns casos, podem fazer parte do ritual noturno.  

Estabeleça um horário limite para mexer no celular, assistir TV ou tomar bebidas que contenham cafeína, uma vez que essas são coisas que podem fazer com que você perca o sono. 

Outras dicas fundamentais para uma boa noite de sono e melhor rendimento no dia seguinte são as seguintes:

  • Fixe um horário para ir dormir e para acordar;
  • Utilize uma roupa confortável;
  • Mantenha o quarto na temperatura adequada, sem muita luz e ruído;
  • Evite comidas pesadas nas 4 horas antes de deitar.

Gostou do nosso conteúdo? Confira outras dicas e informações aqui no nosso blog. Temos sempre novidades que vão te ajudar a conquistar mais saúde, bem-estar e qualidade de vida. 

 

Anterior

O que é bruxismo, quais são as causas e como tratar?

Enxaqueca: conheça os tipos e os sintomas dessa doença

Próximo

Deixe um comentário