Qual o melhor termômetro? Conheça os principais tipos
>>>Qual o melhor termômetro? Conheça os principais tipos

Qual o melhor termômetro? Conheça os principais tipos

Por |2019-07-16T12:18:29+00:0016/07/2019|Cuidados com a saúde, Produtos para Saúde|0 comentários

O termômetro é um aparelho indispensável, não apenas em um consultório médico. Para quem é preocupado com a saúde da sua família, ter uma aparelho desses em casa é indispensável. Seu uso pode ser diferente em cada caso, portanto, os critérios para escolher qual o melhor termômetro também variam.

A febre é um mecanismo de defesa do organismo. Quando ela aparece, quer dizer que algo está errado. Por isso, é preciso identificá-la corretamente e, para isso, a aferição deve ser feita com um aparelho adequado. Nada de apenas mão na testa.

Vamos conhecer um pouco mais sobre esse aparelho? Esse texto vai te ajudar a saber qual o melhor termômetro para você.

Mercúrio x Digital: qual o melhor termômetro?

O surgimento do termômetro de mercúrio é datado de 1720. Seu princípio é simples de compreender. O mercúrio é uma substância que dilata quando a temperatura sobe, isto é, aumenta de volume. Quanto mais quente, mais espaço ele ocupa. No entanto, desde 1º de janeiro de 2019 sua comercialização é proibida.

Já os digitais identificam a variação de temperatura por meio da tensão. Quanto mais quente ou frio está um componente elétrico, essa propriedade da elétrica varia, para mais ou para menos.

O termômetro de mercúrio é mais confiável?

O funcionamento do termômetro de mercúrio é mais simples. Basta que ele esteja intacto e tenha sido fabricado da forma correta. Conforme a temperatura aumenta, é possível acompanhar sua variação. A princípio é só isso, não tem como falhar. 

Os testes realizado com os diferentes modelos, no entanto, mostram que não é bem assim. Com o passar do tempo, os termômetros de mercúrio perdem a precisão, enquanto os digitais continuam medindo corretamente. Isso contraria o senso comum de que os que contém a substância são melhores do que os modelos mais modernos.

Os digitais dependem de outros fatores. Uma queda, por exemplo, talvez não o quebre, mas pode descalibrá-lo. A bateria fraca também é um fator que pode interferir no seu funcionamento. E como a febre é determinada por uma variação de temperatura relativamente pequena, qualquer imprecisão na aferição pode interferir no diagnóstico.

Além disso, o mercúrio é nocivo para a saúde humana e para o meio ambiente. Por conta disso, a fabricação e comercialização de produtos que contenham a substância está sendo diminuída em todo o mundo. Aparelhos de pressão com mercúrio também entram na lista. 

Como escolher o melhor termômetro

Várias partes do corpo podem servir para aferir a temperatura: testa, boca, tímpano, axila e reto são os exemplos mais conhecidos. Para cada uma delas existe um modelo mais adequado. Há também os que conseguem medir em mais de um lugar. Mas é preciso ter conhecimento de que as temperaturas são diferentes em cada local.

Na boca, a temperatura é mais alta do que na axila e mais baixa do que no reto. Quando a aferição é feita no ouvido, só é considerada a febre se a temperatura for maior que 38ºC. Já na axila, é febre a partir de 37,2ºC. 

Resultados rápidos

Os termômetros de mercúrio precisam de aproximadamente sete minutos para aferir a temperatura corretamente. Alguns modelos digitais prometem o mesmo resultado em apenas um segundo, como é o caso do Termômetro de Testa MC-720 Omron.

A princípio isso pode parecer um capricho, mas para leitura em crianças essa rapidez pode ser altamente compensatória. Isso porque algumas delas não param quietas, o que pode interferir na medição.

Se o alto valor dos termômetros infravermelhos for um empecilho, os modelos digitais mais baratos fazem a leitura em aproximadamente um minuto. Um exemplo é o Termômetro Digital Clínico Geratherm Medeqco, eficaz e por um valor bem mais baixo.

 

Outras características

Alguns termômetros possuem características extras. Elas não são essenciais para o funcionamento do aparelho, mas auxiliam em determinadas situações e podem ser determinantes na hora de decidir qual o melhor termômetro. O leitor retroiluminado é um exemplo. Ele facilita a leitura em ambientes escuros.

Há ainda termômetros que emitem sons. Alguns são alertas ao fim das medições. Outros possuem um aviso que dispara quando é identificada a febre. Além de luz e som, alguns termômetros têm capacidade de memorizar as últimas medições.

Ainda resta dúvidas para comprar?

Apresentamos alguns modelos e algumas características importantes de cada um. Se ainda assim você tiver dúvidas com relação ao preço e às funcionalidades, na loja da Maconequi você encontra a descrição detalhada dos nossos produtos.

Além disso, se você considera comprar um bom termômetro pela internet, nós temos os melhores preços do mercado e efetuamos entregas em todo o Brasil. Conheça a maior loja de produtos para a saúde do país!

Deixe seu comentário