Oxímetro de pulso: o que é preciso considerar na escolha?
>>>Oxímetro de pulso: o que é preciso considerar na escolha?

Oxímetro de pulso: o que é preciso considerar na escolha?

Por |2019-07-23T09:56:36+00:0023/07/2019|Cuidados com a saúde, Produtos para Saúde|0 comentários

Comprar equipamentos médicos é algo que requer cuidados redobrados — assim como tudo que envolve a nossa qualidade de vida e a de nossa família. Sendo assim, antes de adquirir itens como o oxímetro de pulso, seja em um estabelecimento físico, seja em um e-commerce, é necessário avaliar algumas questões para tomar a melhor decisão.

Você já sabe quais aspectos avaliar ao comprar um oxímetro de pulso? Neste post, entenda mais sobre esse aparelho, bem como as variedades de modelos e confira as dicas que reunimos para auxiliá-lo nessa missão.

O que é e quais são suas aplicações?

Você já conhece todas as funções do oxímetro de pulso? O aparelho é utilizado para medir a quantidade de oxigênio no sangue e, a depender do dispositivo, monitorar a frequência cardíaca do usuário, intensidade do pulso, variações respiratórias, entre outras funções. Por isso, é extremamente útil para diversos contextos, como:

  • controle de doenças respiratórias;
  • situações nas quais o usuário precisa ir a lugares muito altos, em que o oxigênio é escasso;
  • auxiliar praticantes de esportes;
  • auxiliar médicos e profissionais da saúde a realizarem diagnósticos em situações de suspeita de cardiopatia; e
  • assegurar que o paciente que passou por uma cirurgia está com os níveis de oxigênio no sangue dentro do esperado etc.

O melhor de tudo é que se trata de um aparelho muito fácil de ser utilizado, até mesmo em casa e em casos pediátricos. Seu método de aferição não é invasivo, não causa dores nem desconfortos. Pelo contrário, basta posicionar o oxímetro na ponta do dedo, mais especificamente na região da unha, e esperar que a medição seja realizada.

Por esse motivo, ele vêm se consolidando cada vez mais no mercado perante a outra opção existente para medir a quantidade de oxigênio no sangue: a gasometria. Nesta última, o paciente deve se submeter a um exame sanguíneo que afere também os níveis de outros gases.

Como escolher o melhor oxímetro de pulso?

O primeiro passo para escolher um bom oxímetro de pulso é avaliar a sua necessidade. Um médico em seu consultório, por exemplo, costuma dar preferência aos aparelhos mais modernos e de maior precisão e durabilidade. Já pessoas esportistas preferem modelos mais simples, leves e práticos, tendo em vista as situações nas quais serão utilizados. Definido isso, pense também nos seguintes aspectos:

  • aferição: grande parte dos oxímetros de pulso apresenta uma margem de erro de 2%. Isso é o suficiente para atender aos usuários que precisam fazer a aferição em casa ou durante a prática de esportes;
  • preço: os aparelhos mais funcionais e práticos podem ser encontrados em preços que variam entre R$130 e R$250 (de acordo com o site da Maconequi). Já os de uso em clínicas e hospitais ficam por volta de R$ 2.500. Sendo assim, avaliar o preço de acordo com as suas necessidades é fundamental;
  • marca: por último, é interessante observar a marca do aparelho. Isso porque algumas variam em seus produtos em termos de design, apresentação dos resultados, iluminação, alarme, praticidade etc. Mais um aspecto fundamental para nortear a sua escolha de acordo com a finalidade do paciente.

Pronto! Agora você já sabe quais aspectos observar antes de comprar um oxímetro de pulso. Felizmente, há uma grande variedade desses equipamentos disponível no mercado, inclusive em comércios virtuais — opção que traz mais praticidade e comodidade, já que é possível comprar e receber o aparelho no conforto do lar. Basta optar por uma loja que seja referência na distribuição de materiais médicos, como a Maconequi.

Gostou das dicas do post? Então aproveite que está aqui e conheça agora mesmo as nossas opções de oxímetro de pulso!

Deixe seu comentário