O que são suplementos alimentares?

| |

Não se engane! Os suplementos alimentares nada tem haver com as tão faladas “bombas”. Mas afinal, o quem são suplementos alimentares?

Apesar de alguns se parecerem com medicamentos, por ter formatos como os de remédios, os suplementos não fazem parte de um tratamento para curar doenças.

Portanto, seu principal objetivo é complementar a dieta de pessoas que tenham alguma deficiência com relação as doses de vitaminas, minerais e outras substâncias.

Quais são os tipos de suplementos alimentares?

Existem diversas categorias de suplementação alimentar, onde cada uma têm objetivos diferentes. Dessa forma, para que o complemento alimentar seja de fato eficaz é preciso que primeiramente um objetivo seja identificado.

Nesse sentido, é de extrema importância conhecer essas categorias e seus objetivos. Os suplementos alimentares dividem-se entre os seguintes grupos:

Probióticos: Esses suplementos são compostos por pequenos organismos vivos que ajudam no bom funcionamento da parte intestinal do corpo.

Hormonais: Como o nome já diz esses complementos auxiliam na estimulação e produção de hormônios no organismo.

Proteicos: Ideal para quem faz musculação, os suplementos proteicos ajudam na recuperação muscular após o treino.

Hipercalóricos: O uso do suplemento é feito por muitas vezes para o aumento de massa muscular, por conter muitas calorias. Mas é preciso ter atenção! Esse excesso de calorias também pode ser responsável por causar sobrepeso.

Polivitamínicos e minerais: Ele é composto por diversas vitaminas e minerais de forma isolada.

Antioxidante: Existe uma produção de radicais livres durante a prática de exercícios. Nesse caso, o principal objetivo desses suplementos é combater o desenvolvimento desses radicais.

Termogênico: Têm como principal objetivo acelerar o metabolismo e auxiliar no emagrecimento.

Quando tomar suplementos alimentares?

Existe a indicação de suplementação alimentar em diversas situações. Alguns casos clássicos são durante a gravidez ou para o auxílio de atletas de alto rendimento.

Apesar disso, o uso de suplementos é feito de forma frequente para ajudar no emagrecimento e no ganho de massa muscular. Veja como eles funcionam em cada caso:

Durante a gravidez

Em algumas fases da vida o corpo precisa de mais nutrientes e a gravidez é uma delas.  Afinal, existe uma necessidade maior de vitaminas para que o corpo possa gerar uma nova vida.

Uma dieta balanceada é muito importante na gravidez. Devido a má alimentação moderna muitas substâncias se perdem. Por isso, os médicos indicam uso de suplementos ainda no pré-natal. Nesses casos, os mais receitados são o ácido fólico e a vitamina D1.

Para ganhar massa muscular

Toda a faixa etária pode fazer uso de suplementação. Tanto os jovens que desejam aumentar a massa magra e modificar a aparência do corpo,  evidenciando seus músculos. Como também, a população mais idosa, que perde massa muscular devido à idade.

Quando os níveis de massa magra estão abaixo do ideal no corpo, inúmeros sintomas como cansaço, lentidão e falta de explosão acontecem. Portanto,  a suplementação pode ser feita tanto por pessoas que têm deficiência de músculos ou para quem deseja ganhar massa muscular.

Para emagrecer

Antes de tudo, é importante lembrar que o processo de emagrecimento é multidisciplinar. Sendo assim, o emagrecimento é o resultado de diversos esforços envolvendo exercícios, boa alimentação, bom sono entre outros.

Afinal, a suplementação para emagrecer age como um acelerador de objetivos que atua estimulando o emagrecimento de forma mais rápida. Para esses casos, os suplementos termogênicos são os mais indicados.

Para atletas de alto rendimento

Os treinos intensos e regulares de atletas costumam vir acompanhados da necessidade de reposições nutricionais. Isso ocorre, devido às perdas corporais durante as atividades.

Dessa forma, essas reposições costumam ser feitas por polivitamínicos. Esses suplementos se encontram em diversos formatos como cápsulas, comprimidos ou em forma líquida.

Para deficiência nutricional

A deficiência nutricional acontece quando existe a falta de consumo ou absorção de macro e micronutrientes pelo o corpo através da alimentação. Nesses casos, existe a necessidade de complementação alimentar.

Como forma de ajudar o metabolismo e bom funcionamento do corpo

Quais são os riscos de tomar suplementos alimentares?

A necessidade de existir uma ajuda para alcançar um objetivo, é um pensamento comum. Porém, atingir uma meta se torna uma das motivações na hora de escolher tomar suplementos alimentares.

Contudo, depositar uma parte da responsabilidade em outra coisa é como dividir tarefas, não é mesmo?  Nesse sentido, se existe o desejo de emagrecer, melhorar os níveis de colesterol, ganhar massa muscular, entre outros. A suplementação alimentar chega como uma ajuda.

Tenha cuidado! Diferente do que muitos pensam, apesar de suplementos alimentares não serem remédios. Seu uso só pode ser feito seguindo a indicação de um profissional da saúde.

Isso porque, tomar suplementação alimentar em excesso ou sem indicação pode afetar o bom funcionamento do organismo. Gerando distúrbios, vômitos, lesões hepáticas, entre outros.

Portanto, os efeitos da suplementação acontecem em longo prazo e devem ser feitos seguindo a indicação de um profissional.

Gostou desse artigo? Confira outros como esse clicando aqui.

 

Anterior

O que faz um dermatologista? Saiba quando procurá-lo!

Tipos de epilepsia: entenda as crises que podem surgir

Próximo

Deixe um comentário