O que é melanoma? Conheça os principais tipos e sinais

| |

Se você tem curiosidade em saber o que é melanoma, não deixe de conferir este nosso novo artigo. Boa leitura!

O que é melanoma

O melanoma é um tipo de câncer de pele que se desenvolve nos melanócitos, que são as células da pele responsáveis pela produção de melanina, a substância que dá cor à pele.

No melanoma, os melanócitos crescem de forma rápida, anormal e descontrolada e, por isso, podem se espalhar para outros órgãos como pulmões, cérebro, fígado, ossos ou intestino, formando metástases. Com isso, o tratamento se torna bem complicado e as chances de cura são bem menores. 

Por isso, é importante saber reconhecer os sinais do melanoma e procurar ajuda médica o mais rápido possível, pois, quando detectado no início, o melanoma tem alta taxa de cura.

Ele surge com mais frequência em áreas expostas à radiação ultravioleta do sol ou bronzeamento artificial. Porém, em casos mais raros, pode aparecer também nos olhos ou nas mucosas como boca, nariz, garganta, ânus, vagina ou trato gastrointestinal, por exemplo.

Principais sinais do melanoma

Vamos ver agora quais são os principais sinais do melanoma.

O primeiro sinal do melanoma é o aparecimento de alguma mancha na pele de cor mais escura ou modificações de tamanho, forma ou cor de uma pinta ou mancha já existente. 

No mais, as pintas ou manchas que sangram facilmente e presença de feridas que demoram para cicatrizar podem também ser indicativos de melanoma.

Em resumo, é importante ficar atento a alguns sinais como: 

  • Manchas escuras sob as unhas de mãos ou pés, nas palmas das mãos, plantas dos pés, ou nas membranas mucosas;
  • Novas manchas ou pintas com forma irregular;
  • Crescimento e/ou mudança de cor e/ou textura em pintas ou manchas já existentes;
  • Coceira, sensibilidade ou dor;
  • Sangramentos ou lesões que não cicatrizam;
  • Vermelhidão ou inchaço.

Os principais tipos de melanoma

Existem diversos tipos de melanoma e eles variam de acordo com o local e forma de desenvolvimento. Os principais tipos são: 

1. Extensivo superficial

  • É o tipo mais comum de melanoma.
  • Se desenvolve inicialmente nas células mais superficiais da pele, podendo se espalhar para regiões mais profundas da pele.
  • Começa com áreas de cor marrom ou marrom-clara na pele ou como pequenos pontos avermelhados, brancos, pretos ou azul. 

2. Nodular

  • É o segundo tipo mais comum.
  • É o mais agressivo pois apresenta crescimento rápido e pode atingir outros locais do corpo já na fase inicial.  
  • Começa como uma mancha elevada rígida ou caroço de cor preta, azulada ou vermelha. 
  • É  fácil de identificar devido ao aumento rápido do tamanho da lesão. 

3. Lentigo maligno

  • Ocorre geralmente em áreas que estão mais expostas ao sol, como rosto, pescoço, couro cabeludo e dorso das mãos.
  • É mais comum em idosos com pele muito danificada pelo sol.
  • Pode invadir camadas mais profundas da pele.
  • Começa com uma mancha plana na pele, marrom ou preta, com margens irregulares e cores diferentes como pontos marrom escuros ou pretos na sua superfície. 

4. Lentiginoso acral

  • É o tipo mais raro de melanoma.
  • Atinge inicialmente as camadas mais superficiais da pele, especialmente das palmas das mãos, solas dos pés e unhas.
  • É mais comum em negros, asiáticos e hispânicos.

Fatores de risco e prevenção 

Entre os fatores que podem aumentar o risco de desenvolvimento de um melanoma, podemos citar: 

  • Ter pele clara, cabelo loiro ou ruivo e olhos claros;
  • Ter histórico de queimaduras solares;
  • Dificuldade para bronzear;
  • Ter facilidade para ficar com sardas;
  • Ter muitas manchas ou manchas incomuns na pele;
  • Ter histórico de câncer de pele na família;
  • Ter uma doença que afeta o sistema imune.

Pessoas com um ou mais destes fatores devem fazer consultas regulares no dermatologista para fazer uma avaliação completa da pele e, assim, identificar possíveis sinais que indicam um câncer de pele. 

Já quando o assunto é prevenção, deve-se tomar os seguintes cuidados:

  • Evitar o sol durante os horários de pico entre 10 horas da manhã e 4 horas da tarde; 
  • Usar protetor solar diariamente, com FPS 30 no mínimo, mesmo em dias nublados;
  • Evitar fazer bronzeamento artificial. 

O tratamento 

Uma vez diagnosticado, o médico oncologista ou dermatologista recomendará os seguintes tratamentos, de acordo com o desenvolvimento da doença: 

  • Cirurgia para remoção do melanoma;
  • Imunoterapia para ajudar o sistema imunológico a combater o câncer;
  • Terapia alvo que age diretamente nas células do melanoma;
  • Radioterapia quando não for possível remover o melanoma completamente por cirurgia ou para tratar os linfonodos atingidos pelo melanoma; 
  • Quimioterapia para matar as células do melanoma.

Agora que você já sabe o que é melanoma, seus tipos e sinais, não deixe de conferir os outros artigos do nosso blog. 

Anterior

Quais são os tipos de micose na pele e como tratar?

Como evitar varizes? Separamos 7 segredinhos para você

Próximo

Deixe um comentário