Início>Cuidados com a saúde, Prevenção, Qualidade de Vida, Terceira Idade>O que é artrose? Saiba quais são as opções de tratamento

O que é artrose? Saiba quais são as opções de tratamento

A artrose é uma doença degenerativa caracterizada pelo desgaste progressivo da cartilagem entre os ossos. Com isso, o atrito gerado entre eles durante o movimento começa a causar dor e desgaste ósseo, causando até a perda de movimentos.

Essa doença pode aparecer em diversas partes do corpo e é bem comum na população, de modo geral. Apesar disso, muita gente ainda tem dúvidas sobre o que é artrose e quais são os seus sintomas e tratamentos. Você é uma dessas pessoas? Então, continue a leitura deste post!

O que é artrose

Também conhecida como osteoartrose, a artrose faz parte do grupo dos reumatismos — um termo genérico para designar as doenças que atingem principalmente as articulações, causando dores e limitações nos movimentos.

Trata-se de uma condição degenerativa e incurável, que se instala nas articulações e, como dissemos, degenera a cartilagem existente entre os ossos. Conforme esses tecidos vão se desgastando, os ossos começam a atritar uns contra os outros. Isso causa muita dor e desgaste, e pode levar à perda dos movimentos.

A artrose é bastante comum e costuma se instalar principalmente nos joelhos, na coluna, nos tornozelos, nos quadris e nos dedos das mãos.

As causas mais comuns desse problema

Existem muitas causas prováveis para a artrose, que podem ser divididas em primárias e secundárias. As primeiras afetam o paciente por conta de um esforço repetitivo e o uso exagerado de uma articulação, como no caso de um atleta profissional ou de uma digitadora, por exemplo.

Outra causa primária é o desgaste natural ocasionado pelo envelhecimento. Nesse caso, a prática de atividades físicas e uma rotina saudável durante toda a vida são fatores determinantes para a instalação da doença. Isso acontece pois ambas as situações causam uma degeneração do líquido que lubrifica as cavidades. Assim, a cartilagem começa a se deteriorar e os ossos passam a atritar entre si, perdendo seu encaixe e formato natural.

Já as causas secundárias são provenientes de doenças genéticas, obesidade, diabetes e outros problemas de origem hormonal. Ainda é possível mencionar alguns fatores de risco, como propensão genética, sedentarismo, lesões nas articulações e profissões que exijam movimentos repetitivos.

Os principais sintomas da artrose

Embora a artrose não tenha cura, existem muitos tratamentos que podem retardar bastante os seus sintomas mais avançados. No entanto, para que isso aconteça é muito importante detectar a doença logo nos primeiros sinais.

Infelizmente, as pessoas costumam procurar um médico apenas quando já estão sentindo muitas dores, ou quando os seus movimentos já não estão fluindo como deveriam. Em outros casos, acabam detectando a doença ao tratar de outros males, como fraturas e torções, por exemplo. Isso pode prejudicar o tratamento.

É fundamental, portanto, estar sempre atento aos sintomas da artrose e procurar o médico no momento certo. Quer saber que sintomas são esses? É o que veremos a seguir!

Dores nas articulações

No começo, pode ser bastante complicado perceber os sintomas da artrose. Afinal, eles podem ser confundidos com um simples cansaço ou algum esforço pontual. Ainda assim, é inegável que o primeiro sintoma é a dor.

Sua intensidade vai variar de acordo com o paciente e as causas da doença, mas, geralmente, ela começa sendo perceptível apenas durante a movimentação — após muito tempo de pé ou depois de um esforço mais prolongado, por exemplo. Com o passar do tempo, essa dor progride para algo mais permanente, estando a pessoa em repouso ou não.

Rigidez das articulações

Outro sintoma que pode ser notado com um pouco mais de facilidade é a rigidez nas articulações. No início você notará um rangido ou estalo ao se mover, depois, sentirá o seu corpo mais rígido — especialmente após longos períodos na posição sentada ou logo ao acordar, quando o seu corpo ainda está frio.

Dificuldade de realizar movimentos

Esse já é um sintoma um pouco mais avançado. No caso dos dedos das mãos, por exemplo, você começa a reparar a perda do controle fino e a dificuldade de realizar movimentos precisos. Já no caso dos joelhos, é comum sentir dificuldade para abaixar ou se levantar depois de ficar muito tempo sentado. O pescoço e a coluna podem começar a perder a mobilidade, ficando difícil girar em 180º ou se curvar para frente, por exemplo.

Inchaço nas articulações

Além dos sintomas citados acima, você ainda pode sentir a região quente, inchada ou mesmo levemente deformada. Esse é um dos sintomas que podem se intensificar em uma crise, por exemplo.

Como é realizado o diagnóstico dessa doença

Se você notar de maneira recorrente algum dos sintomas que citamos aqui, é hora de procurar um médico. Em geral, os mais indicados são o ortopedista e o reumatologista, mas também vale a pena relatar o problema para o seu médico habitual. Ele saberá qual profissional é ideal para o seu caso.

O diagnóstico é feito por meio de uma análise do histórico do paciente, alguns exames físicos realizados na hora e outros que envolvem equipamentos especializados. É o caso do raio-X, da ressonância magnética, da análise do líquido da articulação e de exames de sangue, que podem ser indicados para descartar outras possibilidades.

Os possíveis tratamentos para a artrose

Embora a artrose não tenha cura, é possível garantir qualidade de vida ao paciente por meio de diversos tratamentos. De início, são ministrados medicamentos como analgésicos, anti-inflamatórios e suplementos à base de colágeno e vitamina E. Também é indicada a prática da fisioterapia, para evitar que a artrose evolua e garantir a máxima mobilidade possível das articulações, além de fortalecer a musculatura.

Existe ainda a possibilidade do uso de injeções conhecidas como infiltrações. Nesse caso, são usadas aplicações de ácido hialurônico e cortisona, para atenuar a dor. É importante mencionar, no entanto, que esse procedimento deve ser realizado com cautela, para impedir complicações. No caso dos pacientes jovens, pode ser indicada ainda a cirurgia, que busca melhorar a qualidade por meio do realinhamento dos ossos e da instalação de próteses nas articulações.

Apesar desses tratamentos, é essencial compreender que a luta contra a artrose é diária. Se você está passando por isso, tenha em mente que manter o ritmo das atividades físicas, evitar o ganho de peso e ingerir os medicamentos conforme a prescrição médica são medidas cruciais para evitar que a doença evolua com rapidez.

Então, agora que sabe o que é artrose e quais são os seus principais sintomas, procure um bom médico e siga toda as suas recomendações! Assim, você garante o melhor uso possível das suas articulações por muito mais tempo.

Então, gostou da leitura? Se você está sofrendo com dores nas costas ou articulações, aproveite para conferir também algumas dicas de uso para coletes e cintas!

Deixar Um Comentário