Meia de compressão para varizes: elas ajudam mesmo?

| |

As varizes são um problema que afeta quase 40% dos brasileiros (homens e mulheres). Elas costumam incomodar bastante por questões estéticas, mas, além disso, também podem desencadear problemas de saúde mais graves. Portanto, é preciso ter muito cuidado.

As meias de compressão para varizes costumam ser uma esperança para evitar o problema. Mas afinal, elas ajudam mesmo?

A resposta para essa pergunta é sim, mas não em todos os casos. Se você já sofre com os vasinhos irregulares, não vai deixar de tê-los se usar uma meia. Mas elas, sem dúvidas, pode reduzir bastante o aparecimento.

Varizes: problemas de mulheres (e também de homens!)

O aparecimento de varizes não é um problema recente, remete a milhares de anos. No entanto, os hábitos atuais fazem com que as pessoas passem mais tempo sentadas, o que aumenta o risco de desenvolver o problema.

No Brasil, de acordo com a Associação Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, aproximadamente 38% das pessoas têm varizes. Se considerarmos apenas as mulheres, esse número cresce ainda mais, para 44%.

Principais causas de varizes

Seu aparecimento está ligado a uma série de fatores e nós vamos listar alguns:

  • O fator mais preponderante é o genético: se algum familiar de primeiro grau possui varizes, você também tem chances de ter.
  • Outro fator de risco importante é o hormonal. Nesses casos, remédios com hormônios podem agravar a situação.
  • Os quilos a mais interferem obstruindo o funcionamento dos vasos sanguíneos. Portanto, cuidado com a obesidade.
  • Gravidez: O crescimento do bebê no útero aperta as veias da pelve, o que repercute direto nos membros inferiores.
  • A musculatura da perna (em especial a panturrilha) é muito importante para a circulação. O sedentarismo, portanto, aumenta as chances de varizes.
  • Mulheres costumam ter mais varizes do que os homens e isso pode ter a ver com as questões hormonais.

Meias de compressão para varizes: prevenção

A atuação das meias de compressão na prevenção das varizes é altamente indicada por especialistas. Elas ajudam o sangue a fluir melhor pelo sistema sanguíneo  e, além das varizes, melhoram a sensação de cansaço e o inchaço nos membros inferiores. 

Quando estamos em pé ou sentados, o sangue encontra certa dificuldade de retornar ao coração. Para auxiliar nessa tarefa, nosso corpo usa a musculatura da perna para pressionar os vasos e empurrar o sangue para cima.

O problema aparece se nós usamos pouco a musculatura — e isso é muito comum para quem trabalha sentado ou fica muito tempo em pé, parado. O sangue começa a correr cada vez mais lentamente, provocando o surgimento das varizes.

 

Como a meia de compressão atua

A meia de compressão atua na compensação da musculatura. Ela faz o que os músculos deveriam fazer: pressionam as veias para empurrar o sangue em direção ao coração — elas são mais apertadas no tornozelo e mais largas na parte de cima. 

Com o sangue fluindo melhor, reduz-se consideravelmente o surgimento dos vasos tortuosos. Mas apenas isso não é suficiente. É preciso ter uma série de outros cuidados para evitá-los. Nós falamos melhor sobre isso no texto “Como evitar varizes: separamos 5 segredinhos para você”.

Meias de compressão para varizes: tratamento

Muitas pessoas que são diagnosticadas com varizes acham que as meias de compressão são capazes de acabar com o problema. Isso não é verdade. É importante lembrar que o principal fator de risco para seu surgimento é genético, ou seja, quem tem tendência a desenvolver esse problema, sempre poderá apresentá-lo.

As meias atuam, principalmente, na prevenção, ou seja, para evitar que elas surjam. No tratamento, ela se limita a auxiliar no pós-cirúrgicos. Explicamos melhor como acontece essa atuação das meias de compressão pós-cirurgia nesse texto:

Para o tratamento de varizes, existem diversos métodos. Os exemplos mais conhecidos são:

  • Escleroterapia com espuma: é usada uma espuma formada pelo medicamento polidocanol misturado com ar. Serve para vasinhos de até 4mm.
  • Escleroterapia com glicose: age de forma semelhante à espuma, com a vantagem da glicose ser muito bem tolerada pelo organismo.
  • Escleroterapia a laser: o laser aquece o vaso e gera uma inflamação que une as paredes, fechando-o.
  • Cirurgia com endolaser: uma cirurgia mais complexa, realizada em centro cirúrgico. É indicado para veias mais calibrosas. 
  • Cirurgia tradicional: o vaso é retirado por meio de duas microincisões, uma no tornozelo e uma na virilha. 
  • Radiofrequência: também indicado para vasos mais calibrosos. Uma fibra óptica é inserida dentro do vaso para queimá-lo por dentro.

Compre online sua meia de compressão

O primeiro passo para você começar um tratamento por compressão é visitar um médico angiologista. Somente ele saberá indicar a meia ideal para você. Depois disso, é preciso medir corretamente a sua perna. A medição acontece em pontos específicos. Se quiser saber mais detalhes, veja nosso texto sobre como medir sua perna para usar meias elásticas.

Com a recomendação médica do modelo e do nível de compressão e com as medidas corretas das pernas, fica fácil escolher a sua meia de compressão e é possível comprar em uma loja online.

A Maconequi é uma loja especializada em meias de compressão e em produtos para saúde e bem-estar com mais de 40 anos no mercado. No e-commerce da Maconequi, você encontra uma variedade de meias de diferentes marcas. Confira!

Anterior

Meia de compressão esportiva realmente funcionam?

Veja as melhores dicas de como usar meia de compressão

Próximo

2 comentários em “Meia de compressão para varizes: elas ajudam mesmo?”

  1. PENA FUI VER AGORA ESSE SITE COMPRREI NA FARMACIA SAO JOAO POR 189,00 O MEDICO MANDOU USAR ATE O JOELHO MAS DEVERIA TER COMPRADO ATE MAIS EM CIMA POIS TENHO UNS VASOSINHOS MAIS EM CIMA TBM NAO IA USAR ESSA MEIA MAS ACHO QUE ESTA DANDO CERTO SENTI UMA SENSACAO DIFERENTE MAIS LEVIDADE

    Responder

Deixe um comentário