Meia antitrombo: como funciona essa meia de compressão?

| |

Se você recentemente passou por uma cirurgia ou está com a mobilidade reduzida por algum outro motivo, é muito importante ficar atento ao fluxo sanguíneo das suas pernas e é recomendado o uso de meia antitrombo para auxiliar na recuperação ou tratamento.

E para que você saiba o que é e como funciona esse tipo de meia de compressão, não deixe de conferir este nosso novo conteúdo. Boa leitura!

O que é um trombo 

As veias do corpo humano funcionam como pequenos túneis transportando sangue e dentro delas existem válvulas que regulam o retorno do sangue ao coração, mantendo seu fluxo regular. Porém, pode acontecer dessas válvulas não funcionarem muito bem e a circulação sanguínea encontre certa dificuldade.  

Assim, a veia onde o sangue deixou de fluir normalmente acaba se dilatando por conta do acúmulo de sangue e dificultando ainda mais o comprometimento das válvulas. Esse quadro, quando crônico, leva a insuficiência venosa, típica dos membros inferiores.

Por sua vez, as veias que apresentam insuficiência necessitam de tratamento, pois o sangue acumulado formará trombos que podem levar a uma trombose venosa profunda (TVP) que pode ser fatal.

E é aqui que a meia  antitrombo ou meia para trombose se faz útil, já que pode auxiliar no tratamento ou mesmo nos casos onde o paciente tenha passado por uma cirurgia de trombose. 

Para saber mais sobre trombose, recomendamos a leitura do nosso artigo Trombose: fatores de risco, sintomas e tratamento.

Como funciona a meia antitrombo

Também conhecidas como meias de compressão para trombose, as meias antitrombo ajudam a manter a regularidade do fluxo sanguíneo das pernas em direção ao coração. 

Elas são feitas de tecido elástico que tem como objetivo comprimir suavemente as veias e assim, facilitar o escorrimento do sangue pela veia.

A meia antitrombo é projetada para  aplicar diferentes níveis de pressão em diferentes partes da perna. Por exemplo, o maior nível de pressão é no tornozelo, que gradualmente se suaviza em direção ao joelho. 

Meia de compressão X Meia antitrombo

É importante não confundir meias de compressão com as meias antitrombo.

As meias de compressão possuem um nível de compressão adequado para manter o fluxo sanguíneo dos membros inferiores em movimento. Um dos principais objetivos da meia de compressão é evitar a formação de varizes. Vimos isso no artigo sobre meias de compressão para varizes. As meias de compressão podem ser encontradas em diferentes modelos e são indicadas para profissionais, mulheres grávidas e atletas que ficam de pé por longos períodos.

Já as meias antitrombo oferecem um nível de compressão específico para quem fica muito tempo imóvel, sem movimentar os membros inferiores. Essa é uma condição que pode contribuir para a formação dos coágulos causadores da trombose e uma pressão muito forte pode interromper completamente a circulação e piorar ainda mais a situação. A meia antitrombo deve pressionar a veia o suficiente para manter o fluxo sanguíneo sem interromper a circulação. 

Quando usar a meia antitrombo

Esse tipo de meio é indicado para casos em que exista dificuldade de circulação já diagnosticada ou ainda pessoas que recentemente passaram por cirurgia de trombose venosa profunda ou tromboembolismo pulmonar.

Ela também é indicada após a cirurgia bariátrica (gastroplastia), uma vez que os pacientes passam muito tempo deitados na mesma posição e é preciso que haja a estimulação da circulação sanguínea. 

Cuidados na hora de usar a meia antitrombo

  • O uso da meia antitrombo só deve ser feito por indicação médica, já que elas precisam ter a elasticidade adequada para o uso ser eficaz e só o médico saberá recomendar o produto correto e o tempo de uso necessário.
  • A elasticidade das meias para trombose se reduz com o passar do tempo, por esse motivo elas devem ser substituídas a cada três semanas, em média.
  • Prefira a meia de abertura frontal, que permite a avaliação médica do pé. 
  • O tamanho também é um fator decisivo no momento da escolha da meia antitrombo. Assim, escolha um tamanho que fique confortável
  • Evite tirar a meia antitrombo durante o dia. O movimento de retirar a meia e colocá-la irá acelerar o desgaste da elasticidade da meia, fundamental para que cumpra seu papel. 
  • E na hora de lavar sua meia antitrombo, lave na mão com água fria e sabão neutro

Compre sua meia antitrombo online

Procure uma loja de meias antitrombo que tenha uma grade ampla de opções. Isso vai facilitar muito na escolha do seu modelo. Quanto maior a quantidade de opções oferecida pela loja, maior a chance de você encontrar a meia que foi receitado ou um modelo que agrade seu gosto.

Por isso, visite o site da Maconequi. Nós trabalhamos com as melhores marcas de meia antitrombo.  Conheça nossa loja virtual!

 

Anterior

Dor na coluna: como aliviar sem tomar remédios

Correção de cicatriz: saiba como eliminar marcas de espinhas, cirurgias e queimaduras

Próximo

Deixe um comentário