Pensando em fazer uma lipoaspiração, mas ainda tem dúvidas sobre o procedimento? Então você precisa ler este nosso novo artigo! 

Reunimos aqui informações importantes sobre a lipoaspiração: o que é, como é feita, cuidados pré e pós-operatórios, etc. Mas é claro, se você tiver alguma dúvida mais específica, converse com seu cirurgião plástico e faça as perguntas que julgar necessárias. 

Boa leitura!

O que é lipoaspiração

A cirurgia de lipoaspiração consiste na aspiração de gordura através de cânulas. 

Ela pode ser feita em diversas partes do corpo, desde que haja gordura localizada, tais como abdômen, região dorsal, coxas, lateral das mamas, braços e papada.

A cirurgia pode ser classificada em pequena, média ou grande, variando de acordo com a quantidade de gordura retirada e partes do corpo abordadas. 

Como é feita a lipoaspiração

Primeiramente é infiltrada a solução de Klein, um composto de soro fisiológico e adrenalina, com o objetivo de diminuir as chances de sangramento.

As cânulas são introduzidas através da pele e chegam ao tecido adiposo de onde aspiram a gordura localizada por meio de um sistema de vácuo. 

A lipoaspiração pode ser feita com anestesia geral, peridural ou local, dependendo da quantidade de regiões abordadas. 

Em geral, as cicatrizes de lipoaspiração medem cerca de meio centímetro, mas podem ficar quase imperceptíveis com o tempo, e não causam incômodo.

O tempo de duração da lipoaspiração depende muito da área que será aspirada, mas, em geral, o procedimento leva de 3 a 4 horas. 

Para quem o procedimento é indicado

A lipoaspiração é indicada para aqueles pacientes com gordura localizada e que não respondem com exercícios, dietas ou exercícios.

Mas atenção, ela não é considerada um tratamento para obesidade, tampouco para emagrecimento. Seu objetivo não é a eliminação de peso, apenas a modelagem corporal.

E claro, como qualquer cirurgia, ela não é indicada para pacientes com hipertensão, diabetes e obesidade. Esses, precisam conversar com seu médico sobre a real necessidade de uma cirurgia estética, uma vez que têm o risco cirúrgico aumentado. 

Pré e pós-operatório

O paciente deve realizar jejum nas oito horas antes da cirurgia, bem como realizar exames de sangue, cardiológico e a radiografia de tórax.

O cirurgião também pode pedir ultrassom da região a ser operada e doppler para verificar se há trombos na corrente sanguínea.

Quanto ao pós-operatório, uma lipoaspiração grande pede o mínimo de 24 horas de internação, mas se a cirurgia for pequena, é possível ir embora até no mesmo dia.

No entanto, pode ser necessário o uso de analgésicos e antibióticos para prevenir infecções.

O uso de cinta modeladora é indispensável após a lipoaspiração, pois ela comprime as regiões lipoaspiradas, ajudando na modelação da área e na diminuição do inchaço após  a cirurgia.

A recuperação desta cirurgia é rápida, já que existem poucos ou nenhum ponto de costura cirúrgico. Assim, uma semana depois já é possível voltar ao trabalho, desde que ele não exija muito esforço físico e cerca de um mês depois pode-se voltar à rotina normal. 

Já o retorno à atividade física pode ser feito de 20 a 30 dias após a cirurgia, mas de maneira leve e com acompanhamento médico. 

Atenção!!

  • O médico que irá fazer sua lipoaspiração deve ter registro no Conselho Federal de Medicina (CFM). Confira antes no site da instituição.
  • Mas não é só isso, o profissional deve ser membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
  • A cirurgia deve ser feita em hospital que esteja preparado para realizar cirurgias de médio porte. Entre em contato com o hospital para checar.
  • Procure alguém que já fez a cirurgia com o mesmo médico e informe-se sobre o procedimento e os resultados.