Início>Cuidados com a saúde>Qualidade de Vida>O que causa a incontinência urinária masculina?

O que causa a incontinência urinária masculina?

Por |2020-07-02T09:46:43-03:0016/02/2020|Cuidados com a saúde, Qualidade de Vida|0 Comentários

Já falamos que a incontinência urinária é um problema duas vezes mais comum em mulheres, atingindo 1 em cada 3 mulheres com 50 anos ou mais e 1 em cada 4 homens a partir dos 40 anos. Apesar desses números, vamos falar hoje, neste artigo, apenas da incontinência urinária masculina.

Acompanhe e boa leitura!

O que é a incontinência urinária?

A incontinência urinária (enurese) é a perda involuntária da urina pelo canal da uretra. Ela acontece devido a uma falha na coordenação entre a bexiga e o esfíncter uretral (válvula que controla saída da urina).

Quando seu tratamento não é realizado de forma adequada, e existem inclusive produtos para incontinência, atividades corriqueiras podem ser comprometidas e a pessoa passa por episódios de desconforto, o que acaba afetando de forma negativa sua qualidade de vida.

A incontinência urinária masculina

A incontinência urinária masculina é mais comum a partir dos 40 anos, como consequência do aumento da próstata (hiperplasia prostática benigna), causado pelo envelhecimento. Quando acontece esse aumento, a próstata passa a pressionar a bexiga, fazendo com que surja uma vontade de urinar com maior frequência que o costume e também a incontinência urinária.

Porém, o envelhecimento não é a única razão para o surgimento da incontinência urinária masculina, como veremos a seguir.

Causas da incontinência urinária masculina

  • Obesidade: a gordura faz pressão na bexiga, e os músculos que a envolvem ficam mais fracos, fazendo com que a urina escape ao tossir ou espirrar. Nesse caso, se o excesso de peso for eliminado, a incontinência urinária poderá acabar.
  • Cirurgia: quando um paciente sofre de câncer de próstata e retira totalmente o órgão (prostatectomia radical), a incontinência urinária acaba sendo uma efeito comum. A boa notícia é que esse problema costuma ser passageiro.
  • Distúrbios neurológicos: problemas no sistema neurológico, como por exemplo, mal de Parkinson, tumor cerebral, AVC (acidente vascular cerebral) ou até mesmo uma lesão na coluna vertebral, podem fazer com que surja a incontinência urinária masculina.
  • Outras causas: diabetes, insuficiência cardíaca, doença pulmonar obstrutiva crônica, apneia do sono, entre outros problemas, também podem estar associadas à incontinência urinária masculina.

Por sua vez, dependendo da causa, a incontinência urinária masculina pode ser temporária ou persistente. Mas, de qualquer forma, a incontinência urinária é sempre uma condição que causa desconforto e prejudica muito a qualidade de vida, tendo reflexos emocionais, psicológicos e sociais.

O tratamento da incontinência urinária masculina

Após diagnosticado o problema, o médico encaminha o paciente para o melhor tratamento clinico de acordo com o caso.

Se a ideia for tratar a própria incontinência, pode ser preciso fazer fisioterapia, ingerir medicamentos ou até mesmo a realização de cirurgia.

Cirurgia para incontinência

Atualmente, a técnica mais usada de cirurgia consiste na colocação de um suporte para restabelecer e reforçar os ligamentos que sustentam a uretra, promovendo assim seu fechamento durante o esforço. Com essa cirurgia, cerca 90% dos pacientes com incontinência urinária ficam livres do problema.

Medicamentos para incontinência

O tratamentos com medicamentos é caracterizado pelo uso ininterrupto de substâncias anticolinérgicas que agem evitando a contração vesical. Esse tipo de tratamento apresenta ótimos resultados, mas seus efeitos colaterais podem ser boca seca, prisão de ventre e rubor facial.

Fisioterapia para incontinência

No que diz respeito aos exercícios fisioterápicos, esses devem ser usados como método complementar no tratamento para incontinência urinária masculina, pois sozinhos apresentam baixos resultados.

Já se o objetivo for eliminar a causa que originou a incontinência, o tratamento terá como foco a solução da causa, como por exemplo, a perda de peso.

A incontinência urinária masculina não é algo grave, mas deve ser vista com atenção, já que pode causar um grande impacto na vida do paciente. Por isso, é recomendado procurar um especialista assim que detectados os primeiros sintomas.

Deixar Um Comentário