Higiene bucal: qual é a forma correta de higienizar a boca?

| |

Higiene bucal é coisa séria e não deve ser deixada de lado. Mas, para evitar o mau hálito e garantir um sorriso saudável, é fundamental saber qual a forma correta de higienizar a boca. 

Por isso, vamos te ensinar neste artigo como cuidar da sua higiene bucal. Acompanhe!

Como garantir uma boa higiene bucal

Uma boa higiene bucal é uma das medidas mais importantes que você pode adotar para manter seus dentes e gengiva em ordem. E como você já deve imaginar, dentes saudáveis contribuem para que você tenha uma boa aparência e também contribuem para a fala e a mastigação. Ou seja, manter uma boca saudável é importante para o bem-estar geral das pessoas.

No mais, uma higiene bucal adequada garante:

  • Dentes ficam limpos e livres de resíduos alimentares;
  • Gengiva que não sangra nem dói durante a escovação e o uso do fio dental; e
  • Hálito fresco.

Mas como garantir uma boa higiene bucal? 

O primeiro passo é consultar o seu dentista e verificar se há algum problema dentário. Ele pode te ensinar como usar as técnicas corretas e indicar as áreas que exigem atenção extra durante a escovação e o uso do fio dental.

No mais, é preciso focar nos cuidados diários preventivos, tais como uma boa escovação e o uso correto do fio dental. A prevenção é a maneira mais econômica e menos dolorida de garantir a saúde bucal.

Passo a passo para uma boa higiene bucal

Confira agora algumas dicas para uma boa higiene bucal:

  • Faça um bochecho com água para eliminar resíduos de alimentos, pois isso irá diminuir a chance de restos de alimentos ficarem presos entre as cerdas da escova. 
  • Armazene corretamente a escova de dente para evitar contaminações. O ideal é guardá-la em armário fechado, na posição vertical e com protetores de cerdas. 
  • Nunca compartilhe sua escova de dente. Ela é um item pessoal e nunca deve ser compartilhado com ninguém, pois pode transmitir bactérias e doenças infecciosas.
  • Higienize corretamente a escova de dente. Antes e após escovar os dentes, lave bem a escova em água corrente para eliminar o acúmulo de saliva, pasta de dente, restos de alimentos e bactérias que ficaram alojadas nas cerdas. 
  • Não use uma escova de dentes por mais de três meses. Depois desse tempo as cerdas começam a se deformar e acumular bactérias.
  • Na hora de escovar os dentes, faça movimentos vibratórios circulares com uma inclinação de 45° em relação à superfície dos dentes. As cerdas das escovas ficarão metade recobrindo a superfície dental e metade recobrindo a gengiva. Estes pequenos movimentos devem ser executados por pelo menos 10 vezes em cada face do dente (parte de fora e parte de dentro). 
  • A pasta de dente não pode ser abrasiva e deve ser utilizada em pequena quantidade.
  • No caso das crianças, até os seis ou sete anos, procure um creme dental sem flúor, até que haja controle sobre a deglutição. Isso deve ser observado porque a água de abastecimento já contém flúor e seu excesso pode ser prejudicial.
  • Use o fio dental para remover detritos alimentares e para a higienização da região entre os dentes onde o contato é muito apertado. 
  • Faça uso diário da escova interdental, pois só ela alcança completamente as concavidades e irregularidades entre os dentes. 
  • A limpeza da língua também deve fazer parte de uma higiene bucal perfeita, principalmente para prevenir o mau hálito. Use higienizadores linguais plásticos que promovem a limpeza sem machucar a língua ou provocar ânsia e náuseas. 
  • O uso de antissépticos bucais deve ser recomendado pelo dentista. 

Gostou das dicas? Mas lembre-se que na dúvida, o ideal é sempre consultar seu dentista,  Ele, mais do que ninguém, vai saber de orientar sobre a forma correta de higienizar a boca. 

 

 

 

Anterior

Sequelas da Covid-19: quais são elas e que cuidados devem ser tomados

O que é bruxismo, quais são as causas e como tratar?

Próximo

Deixe um comentário