Elástico extensor: Confira 6 exercícios com elástico para o braço
>, Prevenção, Produtos para Saúde, Qualidade de Vida>Elástico extensor: Confira 6 exercícios com elástico para o braço

Elástico extensor: Confira 6 exercícios com elástico para o braço

Para quem não tem tempo de ir à academia, mas mesmo assim quer tonificar os músculos, além de melhorar a flexibilidade, a mobilidade e a coordenação motora, a prática de exercícios com elástico extensor é uma boa opção.

Fácil de levar para qualquer lugar e com um preço acessível, não há grandes dificuldades em usar esse tipo de elástico. Os treinos trabalham todos os músculos do corpo e qualquer pessoa pode fazer.

Os elásticos extensores estão disponíveis em diversos tipos e podem ser encontrados nas intensidades leve, média, forte e extraforte. Para escolher o mais adequado, vai ser preciso analisar o objetivo e as limitações de quem vai se exercitar com ele.

Exercícios com elástico para braço

Antes de qualquer exercício, é importante fazer um aquecimento para evitar lesões durante o treino. Nesse caso, você pode fazer um alongamento de braços, pernas e costas. É válido lembrar que os exercícios devem ser feitos de forma moderada e com intervalos de 30 segundos entre um e outro.

1. Tríceps Unilateral (nível iniciante)

De pé, você vai posicionar o elástico nas costas e segurar uma ponta embaixo, perto do bumbum, e a outra ponta em cima, atrás da nuca. Você vai inspirar e puxar a ponta de trás da nuca acima da cabeça, de forma que flexione o braço. Expire no final do movimento e retorne à posição inicial devagar.

2. Elevação lateral (nível intermediário)

De pé, você vai posicionar o elástico na altura da cintura, logo abaixo da barriga. Com os braços próximo ao corpo, você vai manter uma mão na posição inicial, inspirar e puxar a outra mão na altura acima do ombro, expirar e retornar à posição inicial devagar.

3. Elevações frontais (nível avançado)

De pé, você vai pisar no meio do elástico e segurar as duas pontas junto à perna. Você vai inspirar e puxar as duas pontas na diagonal contrária ao pé que segura o elástico, até a altura acima do ombro. Expire no final do movimento e retorne à posição inicial devagar.

4. Supino (nível iniciante)

De pé e com os joelhos flexionados, você vai pisar com os dois pés em cima do elástico e segurar as duas pontas na lateral do corpo, na altura dos joelhos. Inspire e eleve o corpo, puxando o elástico, deixando as costas e as pernas retas. Expire e retorne à posição inicial devagar.

5. Flexão unilateral (nível iniciante)

De pé, com as pernas separadas na largura dos ombros, você deve pisar no elástico e segurar as pontas com as palmas das mãos viradas para cima. Um braço vai ficar próximo ao corpo e o outro será esticado acima da cabeça. Inspire antes de fazer o movimento e expire no final, retornando à posição inicial devagar.

6. Bicípite Curl (nível iniciante)

De pé, você vai posicionar um pé à frente do corpo e pisar em cima do elástico. Vai segurar as duas pontas com os cotovelos próximos ao tronco e as palmas da mão viradas para cima. Você vai inspirar e puxar o elástico para cima, flexionando os braços, sem tirar os cotovelos do lugar. Expirar e retornar à posição inicial devagar.

Outros benefícios dos exercícios com elástico extensor

Como citamos no começo do post, o exercícios com elástico para o braço tonifica os músculos, melhora a flexibilidade, a mobilidade e a coordenação motora, mas existem outros benefícios que fazem valer a pena adotar os exercícios com elástico. São eles:

  • queima de calorias;
  • melhora no sistema respiratório;
  • redução dos níveis de estresse;
  • melhora do sono;
  • controle do peso ideal;
  • melhora no condicionamento físico;
  • melhora na resistência física contra lesões; e
  • pode ser utilizado para tratamentos físicos pós-cirúrgicos.

Como todo exercício físico, é preciso ter alguns cuidados. No caso dos elásticos extensores, é importante verificar o estado do elástico, já que ele se desgasta com o uso. 

Você pode fazer 2-3 séries de 15-20 repetições, mas o ideal mesmo é consultar um profissional da área que vai orientar, com mais certeza, quais exercícios e qual intensidade do elástico é o certo para você.

Deixe seu comentário