Doenças crônicas: quais podem surgir na idade adulta?
>>>Doenças crônicas: quais podem surgir na idade adulta?

Doenças crônicas: quais podem surgir na idade adulta?

Por |2019-09-25T13:49:46+00:0017/10/2018|Cuidados com a saúde, Prevenção|0 comentários

Uma condição crônica de saúde é aquela cujo quadro se desenvolve com o tempo e não tem cura. Muitas pessoas acham que elas são apenas congênitas, mas também é importante conhecer quais são as doenças crônicas entre adultos.

Ao longo da vida, o desenvolvimento de certas características pode levar ao surgimento dessa situação, que exige muita atenção e, por isso, é fundamental conhecer para se prevenir e tratar, se for o caso.

Quer se aprofundar no tema? Veja quais são as doenças crônicas que surgem na vida adulta.

Esclerose múltipla

A esclerose múltipla é autoimune, ou seja, ocorre quando o corpo combate células saudáveis. Nesse caso, as terminações nervosas são as estruturas que mais sofrem com o sistema de defesa.

Como são os nervos que fazem a conexão do cérebro com várias partes do corpo, a interferência na comunicação, a princípio, acontece entre o sistema nervoso e a medula. Depois, há uma perda progressiva no volume cerebral. No começo, ela é assintomática. Conforme há a progressão, ocorrem dificuldades para andar e falar. Por ser incapacitante, pode gerar problemas cognitivos irreversíveis.

A prevenção não é possível e o tratamento depende do grau de severidade da doença. É comum recorrer a medicamentos que aliviam os sintomas e impedem o ataque por parte das células de imunidade.

Artrite reumatoide

Ao procurar quais são as doenças crônicas em adultos, você também se depara com a artrite reumatoide. Trata-se de uma inflamação que acomete mãos e pés, principalmente. Ela é autoimune e ocorre pelo inchaço do revestimento das articulações.

Entre os sintomas, estão rigidez e inflamação nas articulações, vermelhidão, dor intensa e até perda de mobilidade. Ao longo do tempo, a condição pode gerar deformações.

Além do uso de imunossupressores, o tratamento inclui uso de anti-inflamatórios, bem como técnicas de fisioterapia. Em casos extremos, é necessário operar. Para a prevenção, é recomendado manter hábitos saudáveis e eliminar o contato com o cigarro ou com a poluição de sílica.

Diabetes

Já a diabetes é causada pelo excesso de açúcar no sangue. No caso crônico, ou diabetes tipo 2, o corpo produz insulina, mas as células criam resistência à sua atuação. Então, o açúcar fica no sangue, o que gera um aumento nos níveis além do normal. Entre os sintomas, estão fome e sede constantes, vontade elevada de urinar, problemas de visão e dificuldades na cicatrização.

Para prevenir, o melhor é manter uma dieta saudável e bons hábitos de vida. Quando o quadro está instalado, é preciso realizar uma dieta para controlar o nível de açúcar. Também pode ser recomendado fazer a administração de insulina injetável, bem como de remédios específicos.

Hipertensão

Conhecida como “pressão alta”, a hipertensão é marcada pelo aumento no nível da pressão arterial. Muitas vezes, não apresenta sintomas, mas em quadros de picos de pressão ocorrem tonturas, enjoos e dificuldades para enxergar. A longo prazo, pode gerar doenças cardiovasculares e problemas como infarto ou acidente vascular cerebral (AVC).

Para se prevenir, o ideal é ajustar a alimentação, praticar atividades físicas e ter hábitos saudáveis. Quanto ao tratamento, é preciso tomar medicamentos pelo resto da vida, os quais são responsáveis por melhorar a circulação do sangue. Também é recomendado controlar a dieta e outros problemas para evitar picos hipertensivos.

Alzheimer

O Alzheimer é uma doença relacionada à demência e causa perda de capacidade cognitiva. Os neurônios se degeneram e, com isso, deixam de funcionar corretamente. Entre os sintomas, estão: dificuldade com a fala, confusão mental, agressividade e falta de memória. Com o tempo, eles se agravam.

Embora não haja recomendações definitivas para a prevenção, é preciso ter bons hábitos de alimentação e manter o cérebro ativo, como por meio de atividades cognitivas. Em relação ao tratamento, são usados medicamentos para os sintomas (como a perda de memória). Nos últimos anos, têm sido testados novos meios, como cirurgias experimentais.

Saber quais são as doenças crônicas que podem aparecer na vida adulta é fundamental para se proteger. Assim, você estará mais preparado para garantir um envelhecimento saudável!

Ficou com dúvidas sobre algum quadro? Conte nos comentários e participe da nossa discussão.

 

Acesse nosso site: www.maconequi.com

Deixe seu comentário