Início>Cuidados com a saúde, Formação, Prevenção, Profissionais da Saúde>Dificuldade motora: saiba quais são os principais sinais

Dificuldade motora: saiba quais são os principais sinais

Quando a capacidade de coordenar os movimentos é afetada, é comum o surgimento de certos problemas de dificuldade motora. Desde o controle dos movimentos mais básicos, como andar e pular, ao controle de movimentos específicos, que precisam ser realizados durante uma atividade, como jogar futebol. Há ainda a dificuldade nas movimentações “finas”, que exigem maior controle, como costurar e escrever.

Mas vale dizer que não são somente os idosos que podem ser afetados por esses problemas. Eles podem surgir desde cedo e ser desenvolvidos a partir da infância. Saiba quais são os principais sinais da dificuldade motora a partir da leitura deste post!

A dificuldade em organizar a fala

Ter muita dificuldade para combinar palavras e formas frases, não se fazer entender, ser pouco capaz de organizar uma sequência das palavras. Pode-se também hesitar em excesso, repetir palavras ou mesmo sílabas, ter dificuldades para relatar acontecidos ou recontar histórias. Todos esses problemas podem ser identificados como dificuldades motoras.

Reconhecer esses problemas o quanto antes (especialmente no caso das crianças) evita danos no desenvolvimento e preserva também a autoestima do indivíduo, uma vez que a suas interações sociais não serão prejudicadas.

Os problemas de memória

Os problemas de memória que comprometem a realização de tarefas e compromissos e podem sinalizar que algo está errado. É fundamental que o acompanhamento médico seja feito de imediato. Nesse caso, precisa-se estimular o cérebro.

O cérebro deve ser compreendido como um músculo, ou seja, se “parar de ser usado”, pode atrofiar. O mais recomendado em casos de problemas de memória, sejam eles transitórios ou não, é manter o cérebro ativo. Quando o diagnóstico é feito logo cedo, os problemas de memória podem ser mais bem tratados e as doenças, até mesmo regredir.

Se os problemas de memória estiverem afetando suas atividades diárias, é hora de buscar ajuda médica.

Os tropeços e esbarrões em objetos com frequência

Pessoas “levemente descoordenadas” tendem a tropeçar e esbarrar nos outros e em objetos. A recorrência desses acontecimentos sinaliza a existência de um problema mais grave. A dismetria pode ser um deles; nesse caso, a pessoa tem pouca noção da distância.

A fisioterapia motora é muito importante nesse tipo de problema, pois os exercícios exigem a utilização dos dois lados do corpo — o que, além de estimular os músculos, favorece o equilíbrio. Os exercícios podem ser feitos desde cedo.

A constância em derrubar objetos no chão

Derrubar objetos no chão com grande frequência pode significar mais do que ser apenas uma pessoa desastrada: é possível ser um sinal de dispraxia. O problema ocorre na coordenação fina e grossa de crianças, mas também de adultos.

Não é que exista aí a certeza de algum tipo de anormalidade neurológica. Normalmente o cérebro precisa apenas de desenvolvimento e se manter ativo. Por isso, quanto mais cedo for apontado o diagnóstico para o caso, maiores serão as chances de melhora e qualidade de vida.

Lembre-se que a área da coordenação motora e equilíbrio não tem relação com a inteligência. Pode ser uma predisposição genética ou mesmo que exista uma simples falta de estímulo. Por isso, a dificuldade motora exige treino, a fim de que os problemas sejam amenizados.

O que achou de conhecer esses sinais de dificuldade motora? Que tal continuar se informando e saber um pouco a respeito do momento mais indicado para instalar barras de segurança na sua casa?

 

Acesse nosso site: www.maconequi.com.br

Deixar Um Comentário