Dezembro laranja: saiba todo sobre o câncer de pele
>>>Dezembro Laranja: saiba tudo sobre o câncer de pele

Dezembro Laranja: saiba tudo sobre o câncer de pele

Por |2019-12-26T11:16:24+00:0022/12/2017|Cuidados com a saúde, Prevenção|0 comentários

O câncer de pele mata mais de 3 mil pessoas por ano no Brasil. Ele é o tipo com maior incidência no país, a frente dos de mama e próstata. Esses dados fizeram surgir o Dezembro Laranja com a intenção de estimular a população a se prevenir e buscar o diagnóstico e o tratamento.

Todos os anos são esperados aproximadamente 170 mil novos casos, e a maioria deles poderia ser evitado com medidas simples de proteção diária. Prevenção é tudo! Por isso, preparamos esse post para você saber tudo sobre o assunto.

Como se proteger

A primeira coisa a fazer para não fazer parte dessas estatísticas é se proteger. E as medidas para a proteção contra o câncer de pele são simples e quase todas as pessoas conhecem. O câncer de pele é causado pela exposição ao sol, portanto, para evitá-lo, basta evitar os horários de sol mais intensos quando estiver sem proteção.

Os horários mais intensos vão de 10h às 16h. Como é impossível não sair no sol durante todo esse tempo, basta se proteger:

  • usar chapéus,
  • guarda-sol,
  • óculos escuros e
  • filtro solar sempre que realizar alguma atividade ao ar livre.

Mesmo com a proteção, também é recomendada a procura por sombra, seja de árvores ou de edifícios. Nesses locais, as incidências dos raios UV são 50% menores.

Melhor horário

Os cuidados são muito importante, mas não é preciso fugir totalmente do sol. Ele auxilia em diversas funções do organismo e é fundamental em algumas delas. Um exemplo é a Vitamina D, que tem 90% de sua absorção vinda dos raios solares. Os outros 10% são pela ingestão de ovos, peixe, leite e seus derivados.

A vitamina melhora a absorção de cálcio e, por conta disso, fortalece os ossos. Ou seja, tomar sol é importante, mas para que isso seja feita de maneira segura, o recomendado é que seja feito antes das 10h e após às 16h, com exposição de 15 a 20 minutos.

Uso do filtro solar

Uma grande dúvida que surge quando o assunto é a proteção contra o sol é sobre o fator de proteção e a reaplicação do filtro. Não existe uma fórmula definitiva para todas as pessoas, mas há um cálculo feito pela indústria que leva em conta o tempo que uma pessoa branca demora a ficar vermelha.

Se alguém exposto ao sol começar a se queimar em 3 minutos, esse número ser multiplicado por 15. O resultado, que nesse caso é 45, é o período em que a pele estará protegida, ou seja, 45 minutos. Depois disso, o indivíduo deve reaplicar o protetor.

Como ocorre e como identificar o câncer

A pele é formada por milhares de células. O câncer surge quando uma delas sofre alguma alteração em seu núcleo (DNA). Uma das causas disso é a radiação ultravioleta oriunda do sol. A mudança no núcleo da célula pode ocasionar uma reprodução descontrolada de outras células, que se acumulam em um só local e formam um tumor.

Esses tumores são visíveis na pele. Sinais, manchas e pequenas marquinhas podem desenvolver um câncer. O acompanhamento de um dermatologista é muito importante. Recomenda-se uma consulta a cada ano.

Existe uma regra para observar uma mancha na pele: é a ABCDE. Assimetria, bordas irregulares, cor, diâmetro e espessura. Qualquer característica estranha em algum desses critérios pode ser um sinal de alerta. Nesses casos, é preciso procurar um dermatologista.

Tipos de câncer de pele

São três os tipos de câncer de pele. O mais comum dele é o basocelular. Ele atinge as camadas profundas da pele, mas é pouco letal. Pode aparecer em qualquer área, mas costuma surgir, na maioria das vezes, no rosto, no lóbulo da orelha e no nariz.

O espinocelular é o segundo mais frequente e atinge as células das camadas superficiais da pele. Pode se desenvolver em todas as partes do corpo, mas com maior incidência em locais frequentemente expostos ao sol. Não é fatal, mas tende a deixar sequelas estéticas.

A forma mais agressiva é o melanoma. Se não for diagnosticado em estágio precoce, existe o risco do quadro se agravar com a metástases, que é  quando células cancerígenas caem na corrente sanguínea e espalham-se para outros órgãos.

O câncer de pele tem uma forma fácil de prevenção. No entanto, os números de incidência continuam altos. O Dezembro Laranja vem com o objetivo de conscientizar as pessoas para os riscos e, principalmente, para os cuidados pessoais.

Deixe seu comentário