Fazer curativo para escara é algo que deve ser feito por um profissional devidamente habilitado, além do acompanhamento médico adequado. A higiene tanto do local, bem como por parte de quem está cuidando das feridas é de extrema importância para evitar a contaminação.

O surgimento de escaras é algo muito comum em situações em que o paciente precise ficar muito deitado e não consegue mudar de posição. Os lugares mais comuns onde elas podem surgir são: cóccix, calcanhares, quadris e tornozelos. Por evoluírem com facilidade, é preciso que os responsáveis pelos pacientes fiquem atentos a essas regiões.

Quer aprender mais sobre esse assunto? Leia com bastante atenção o texto a seguir.

Como fazer curativo para escara?

Esse tipo de lesão na pele é sempre causado pelo excesso de pressão entre o tecido e o osso. Por isso, ela é comum em regiões em que há menor presença de tecido adiposo e maior contato da pele com o osso. Elas podem ser encontradas em duas fases. Quando há apenas a vermelhidão do local e quando a ferida já está aberta.

Em caso apenas de vermelhidão nos locais mais propícios é preciso acompanhar diariamente, pois a evolução da lesão é bem rápida. Como forma de prevenção e tratamento nesses casos é a aplicação de óleos e hidratantes. Mas quando a lesão já está aberta, o curativo para escara é algo que demanda tempo e habilidade profissional.

Veja abaixo como proceder:

1. Faça a limpeza da lesão e da área ao redor com soro fisiológico a 0,9% preferencialmente morno. Se preferir, pode usar soluções específicas de limpeza.
2. Aplique o produto prescrito pelo médico e faça o curativo.

Esse curativo pode ser feito com gaze ou algum outro tipo de curativo indicado para esse tipo de ferida, como a linha Biatain e Comfeel da Coloplast. São diversos modelos de curativos bem específicos pra determinadas fases da ferida. Independente do tipo do curativo, ele deve ser trocado sempre que estiver úmido.

É muito importante cuidar das escaras antes que elas fiquem em níveis avançados e tomar todos os cuidados necessários para isso, pois as escaras podem evoluir para um quadro grave com muita rapidez. Isso pode comprometer os tecidos, os músculos, os tendões, os ossos e até mesmo os órgãos de forma mais profunda.

Atenção!

Não aplique nas lesões nenhum tipo de produto que não seja prescrito pelo médico. A aplicação de um produto inadequado pode piorar a lesão e causar dores nos pacientes.

Tomar sol na região e exposição de lâmpada com luz infra-vermelha pode ajudar na cicatrização da ferida. O calor contribui para a oxigenação do tecido e consequentemente para a aceleração da cicatrização.

É importante que você converse com o seu médico para obter as orientações mais precisas e tirar todas as dúvidas necessárias.

Curativo para escara: quais os cuidados profissionais necessários

É muito importante que o curativo para escara seja feito por um profissional devidamente habilitado. Essa é uma forma de evitar contaminação das lesões por meio de micro-organismos externos, o que poderia piorar a situação. Além disso, a avaliação médica periódica é essencial.

O profissional irá avaliar a situação e as condições gerais do estado de saúde do paciente, bem como a evolução da escara. Assim, a prescrição dos medicamentos serão feitas de forma adequada, sugerindo um tratamento mais eficaz e tomando as providências necessárias.

Problemas como diabetes e hipertensão arterial contribuem para o surgimento de escaras e dificultam seu tratamento e cura. Sendo assim, as avaliações periódicas por meio de exames fará com que o trabalho dos profissionais envolvidos tenham resultados mais positivos.

Prevenção é o melhor remédio

O melhor tratamento para escaras é a prevenção. Por isso, no hospital ou em casa é muito importante tomar alguns cuidados.

  • Mude o paciente de posição a cada duas horas, colocando seus pés sobre travesseiros macios e entre os joelhos.
  • Mantenha a higiene diária. Seque bem a pele e mantenha-a sempre hidratada.
  • Use fraldas descartáveis e as troque com frequência.
  • Mantenha uma alimentação saudável para o paciente.
  • Avalie toda a pele do paciente diariamente.

Os profissionais e pessoas habilitadas para fazer o curativo para escara também precisa tomar alguns cuidados.

  • Lavar bem as mãos e secar.
  • Usar luvas e máscaras descartáveis.
  • Conversar com o paciente ou responsável sobre o procedimento a ser feito.
  • Limpar bem o local e a região ao redor.
  • Seguir as orientações médicas para eficácia do tratamento.

Como mencionamos anteriormente, o curativo para escara é algo que deve ser feito com muito cuidado e por um profissional de saúde devidamente habilitado. Todos os cuidados devem ser tomados para evitar a lesão. Mas se ainda assim ela surgir, é preciso iniciar o tratamento o mais rápido possível.

Se você já consultou um médico e precisa de acessórios e curativos para proporcionar os cuidados necessários ao paciente acamado, acesse agora o site da Maconequi. Nele você encontra os melhores produtos e as melhores condições de pagamento.