Início>Cuidados com a saúde>Quais os cuidados mais importantes em um pós-cirúrgico?

Quais os cuidados mais importantes em um pós-cirúrgico?

Por |2019-12-19T14:58:42-03:0008/03/2019|Cuidados com a saúde|0 Comentários

A realização de qualquer cirurgia, por mais simples que seja, demanda alguns cuidados especiais. Eles são importantes para que o paciente se recupere adequadamente e não apresente complicações futuras. Além dos exames e procedimentos pré-operatórios, é fundamental conhecer bem os cuidados pós-cirúrgicos.

Afinal, não importa se é você ou um familiar que passará por um procedimento cirúrgico. É sempre necessário se organizar com antecedência. Se você tem dúvidas sobre os principais cuidados pós-cirúrgicos, continue lendo o texto e saiba mais!

Siga as recomendações médicas

É o seu médico quem vai estabelecer os cuidados pós-cirúrgicos recomendados para o seu caso. Por esse motivo, durante as consultas prévias, você deve sanar todas as suas dúvidas.

Não tenha vergonha de perguntar, por mais simples que seja o seu questionamento. Saber como se comportar, do momento em que acorda da anestesia até a alta definitiva, é muito importante para o sucesso do procedimento.

Use a medicação indicada

É comum que o paciente sinta algumas dores após a alta hospitalar, e por esse motivo os médicos prescrevem alguns medicamentos analgésicos. No entanto, caso esteja sentindo alguma coisa diferente, não hesite em comunicar ao seu médico.

Além dos medicamentos para controlar as dores eventuais, o profissional pode prescrever anti-inflamatórios ou medicamentos específicos para seu caso. Eles são relevantes para que não ocorra nenhuma complicação. Portanto, siga exatamente a forma de uso prescrita pelo médico.

Não falte às consultas marcadas

Normalmente os médicos marcam consultas entre duas semanas e um mês a partir da realização do procedimento. Elas são importantes para avaliar sua recuperação, cicatrização e outros fatores. É muito importante que você não falte a essas consultas.

Existem muitos detalhes que apenas um profissional capacitado pode perceber e avaliar. Assim, caso não esteja tudo correndo conforme deveria, observar isso rapidamente permite a aplicação de novos recursos e ações para resolver qualquer problema que possa ter acontecido.

Faça os curativos da forma correta

Os curativos evitam que a cirurgia fique exposta e infeccione a região. Devem ser trocados com regularidade, preferencialmente em uma clínica ou hospital. Se não for possível, se informe com o enfermeiro sobre a melhor forma de realizar o procedimento e quais produtos devem ser utilizados.

Observe se há algum odor ruim ou inflamação. Caso isso aconteça, procure atendimento médico imediatamente.

Alimente-se de maneira saudável

Normalmente após cirurgias a recomendação é que o paciente coma alimentos leves, em pouca quantidade e com muitas fibras. É claro que, a depender do procedimento, existem mais ou menos restrições e até mesmo a necessidade de um acompanhamento nutricional.

No entanto, o mais comum é que a primeira refeição seja líquida, como uma sopa ou suco de frutas. Depois disso, é bom evitar alimentos como chocolate, carne suína e frituras. Eles dificultam o processo de cicatrização.

Aposte em iogurtes, carnes magras e frutas ricas em vitamina C, como a laranja.

Respeite o repouso nos cuidados pós-cirúrgicos

O repouso é importante para que o corpo se recupere do procedimento e evita que os pontos ou a cicatriz se abram. O médico vai indicar por quanto tempo e de que maneira o paciente deve repousar, de acordo com a cirurgia feita.

Durante esse período, o paciente não deve fazer esforço físico, dirigir e levantar peso. Se o repouso for absoluto e prolongado, pode ser necessário o acompanhamento de um fisioterapeuta para evitar infecções respiratórias, lesões na pele ou atrofias musculares.

Geralmente é possível voltar lentamente às atividades depois de um mês. Mas é o médico quem dirá o que você pode ou não fazer.

Ser disciplinado nos cuidados pós-cirúrgicos garante uma recuperação mais rápida e livre de complicações. Lembre-se que se submeter a uma cirurgia é uma agressão ao corpo e, por isso, ele precisa de tempo para se recuperar e voltar às condições normais.

Além disso, cada pessoa tem um organismo único cheio de singularidades e, portanto, o médico vai prescrever os cuidados de acordo com as suas necessidades. Não é porque o seu amigo está dirigindo com um mês de operado que você estará liberado para fazer o mesmo. Consulte sempre o seu médico.

Gostou deste post? Curta nossa página no Facebook e receba informações como essas diariamente.

Deixar Um Comentário