Início>Profissionais da Saúde>Equipamentos>O que é e como utilizar um Ambu de forma correta?

O que é e como utilizar um Ambu de forma correta?

Por |2020-06-03T10:23:12-03:0003/06/2020|Equipamentos, Profissionais da Saúde|0 Comentários

O Reanimador Manual é um equipamento que tem como objetivo promover uma ventilação artificial levando ar comprimido ou enriquecido de oxigênio para o paciente logo após as compressões torácicas, substituindo o boca-boca ou boca-nariz.

O Reanimador Manual ou Ressuscitador Manual é também conhecido como AMBU, que vem da sigla “Artificial Manual Breathing Unit” (Unidade Manual de Respiração Artificial). Porém, Ambu é o nome da empresa que desenvolveu o produto e que acabou se popularizando.

Esse aparelho é portátil, de fácil operação e geralmente é usado em caso de qualquer problema que cause uma parada cardiorrespiratória. Por isso, ele é muito utilizado em situações de resgate, primeiros socorros, nas UTIs e em emergências.

Como montar um Ambu

O Reanimador Manual é formado basicamente por um balão, uma válvula unidirecional (que impede que o ar exalado pelo paciente retorne ao balão), uma pré-válvula para reservatório, uma máscara facial que envolve o nariz e a boca do paciente e um reservatório de oxigênio.

No vídeo a seguir, podemos conferir de forma detalhada como desmontar o Ambu para a higienização do aparelho e como remontá-lo. Existem algumas outras peças muito importantes para o funcionamento correto do reanimador manual. Confira:

Quais são as vantagens de utilizar o Ambu?

O Ambu pode ser encontrado em vários tamanhos, se adequando aos diferentes pacientes. Existem aparelhos específicos para recém-nascidos, crianças e adultos.

Sua maior vantagem, comparado com o famoso boca-boca, é que com o Ambu é possível aumentar a concentração de oxigênio, o que diminui a possibilidade de infecções pelo contato entre reanimador e paciente.

Lembrando que o reanimador manual deve ser usado apenas por pessoas qualificadas e treinadas, pois as compressões inadequadas podem prejudicar o paciente causando hipoventilação, hiperventilação e barotrauma, por exemplo.

Como utilizar um Ambu de forma correta

Antes de iniciar o passo a passo de como utilizar um Ambu da forma correta, esteja ciente de que é preciso escolher o tamanho certo para o paciente. Se for maior que o ideal, pode causar sérios danos nos pulmões; e se for menor pode, não ser o suficiente para reanimá-lo.

Agora, vamos lá:

  1. O paciente deve estar deitado com a cabeça virada para cima e deve ser verificado se as vias aéreas estão desobstruídas.
  2. Deve ser retirado qualquer coisa removível que esteja na boca ou na garganta do paciente (dentaduras, por exemplo).
  3. Com o reanimador manual já montado e higienizado, você vai se posicionar atrás da cabeça do paciente e colocar a máscara no rosto dele.
  4. A cabeça do paciente deve estar levemente estendida para trás (você pode erguer segurando o queixo do paciente) e a máscara deve ser posicionada de forma que cubra o nariz e a boca.
  5. Atenção! A máscara tem um formato anatômico assim como as máscaras de nebulizadores, por exemplo. Então fique atento para posicioná-la da forma correta.
  6. Para mantê-la bem posicionada, você vai colocar o dedo indicador e o dedo polegar em forma de C em cima da máscara enquanto os outros 3 dedos ficam posicionados em forma de E dando apoio na superfície óssea da mandíbula do paciente. (imagem abaixo)
  7. Atenção! Cuidado para não forçar a ponta dos dedos de forma a fechar as vias aéreas do paciente!
  8. Só então que você vai começar o processo para ventilar o paciente apertando o balão do reanimador manual.
  9. Atenção! O processo de “ambusar” deve ser feito de forma delicada para não hiperventilar o paciente.
  10. 10-  A ventilação deve ser feita até que o paciente volte a respirar normalmente.
como usar o ambu de forma correta

Imagens tiradas do canal E-Mergencia

Cuidados com o Ambu

É muito importante que, antes de utilizar um Reanimador Manual, ele seja testado para ter certeza de que ele funcionará corretamente. Por isso, há alguns cuidados que devem ser tomados para o funcionamento adequado do Ambu.

Escapamento de ar

O principal é verificar se o sistema não está escapando ar. É preciso conferir se o diafragma da válvula respiratória não está amassado ou furado e se o balão e os encaixes dos componentes estão em perfeitas condições.

Outra coisa que deve ser verificada é se o gás está saindo de forma correta da pré-válvula. As condições do reservatório devem ser avaliadas para que, no caso de rasgos e furos, seja substituído imediatamente.

Higienização e esterilização

Para higienizar o Reanimador Manual em casa, você deve desmontá-lo e lavar as partes separadas com água e detergente neutro. Pode ser usado um pouco de água sanitária também. É preciso deixá-lo secar sozinho, sem o auxílio de panos ou toalhas.

O Ambu pode ser esterilizado, ficando na autoclave (câmara quente) por 4 minutos em uma temperatura de 134ºC. As peças devem ser colocadas na embalagem correta e não devem ser colocadas uma em cima das outras e nem encostar na parede da câmara.

O produto também pode ser esterilizado em água fervente por 5 minutos. Outro cuidado que deve ser tomado é verificar se não há indícios de água dentro do aparelho antes de utilizá-lo. Isso pode prejudicar o paciente no momento do socorro.

Agora que você já sabe sobre o Ambu, que tal conferir nosso artigo sobre falta de ar? Confira no nosso post “Falta de ar: O que pode ser e o que fazer nessa situação”! Boa leitura!

Deixar Um Comentário