Atualizado em: 04/11/2020

Com o surgimento da Covid-19, o aparelho popularizou por auxiliar pacientes com problemas respiratórios. É importante ter em mente que o oxímetro não dá diagnóstico algum, ele só auxilia e mantém o paciente informado sobre os níveis de oxigênio no sangue.

Por ser um aparelho pequeno e relativamente barato, o oxímetro é bastante acessível até mesmo para quem não é da área da saúde. Seu uso é bem fácil e permite que as medições sejam feitas em casa.

Mas, quando compramos um oxímetro, muitas dúvidas podem surgir no momento do uso. Apesar de ser um aparelho de fácil uso, a leitura do resultado pode ser um pouco confusa.

Pensando nisso, reunimos todas as dúvidas dos nossos leitores e respondemos neste artigo. Agora, além de aprender como usar um oxímetro, você também vai entender como ler os resultados e quais cuidados devemos tomar na hora da medição.

Como usar um oxímetro de dedo

O modelo mais comum de oxímetro é o de dedo (também conhecido como “de pulso”). Ele tem um formato parecido com um pregador de roupas, é portátil e muito fácil de usar.

Basta prendê-lo no dedo, sobre a unha, apertar um botão e aguardar o resultado que aparece em segundos. O que precisamos entender aqui é como ler o resultado da medição, e é o que faremos agora.

Como ler os resultados de um oxímetro

Geralmente, um oxímetro mostra a saturação de oxigênio (SO2) e os batimentos cardíacos por minuto (BPM). Alguns modelos podem apresentar ainda o índice de perfusão (PI%).

Saturação de Oxigênio (SO2)

A saturação de oxigênio (SO2) é o nível de oxigênio que tem no sangue. Uma pessoa adulta ou idosa e saudável costuma ter os níveis de SO2 entre 95% e 100%. No caso das crianças, os níveis normais podem variar entre 90% e 95%.

No entanto, há casos que em adultos os valores também chegam a 90% e podem ser considerados normais, como estar em um ambiente muito frio, ter alguma patologia ou após alguma atividade física.

Outra coisa que pode acontecer é o valor subir ou descer gradativamente enquanto o oxímetro está no dedo. Isso acontece porque o resultado é influenciado pelo ritmo de respiração da pessoa.

Caso os níveis de SO2 apresentem um valor de 89% ou menor, devemos ficar alertas. Se os níveis continuarem caindo, o recomendado é procurar um médico.

Pessoas com problemas respiratórios devem definir seu nível normal de SO2 com o acompanhamento médico. Geralmente, os níveis de SO2 são medidos 4 vezes ao dia por 5 dias consecutivos para definir esse nível normal.

Batimentos cardíacos por minuto (BPM)

Esse resultado a gente já conhece: são o número de vezes em que o coração bateu dentro de 1 minuto. Ainda assim, podem surgir dúvidas sobre os valores normais também.

Os valores normais, de acordo com a idade, são:

  • até 2 anos de idade: 120 a 140 bpm;
  • de 8 a 17 anos de idade: 80 a 100 bpm;
  • adultos sedentários: 70 a 80 bpm;
  • adultos que praticam atividades físicas e idosos: 50 a 60 bpm.

Se a pessoa sofrer de alguma patologia relacionada ao coração, um médico também deve ser consultado para melhores orientações.

Índice de Perfusão (PI%)

Essa foi a maior dúvida dos nossos leitores: o que é o PI% e quais são seus valores normais. De forma simples, podendo entender que o PI% mostra se o oxímetro está conseguindo “ler” o seu dedo.

Sabendo disso, desde que o oxímetro mostre o valor de PI% acima de 4%, quer dizer que ele está conseguindo fazer a leitura corretamente. Caso apareça abaixo de 4%, alguma coisa pode estar complicando a medição.

As dicas são empurrar o dedo bem pra frente no aparelho e deixar bem alinhado. Outros fatores também podem interferir um resultado correto, como:

  • alta iluminação no ambiente;
  • uso de esmalte ou base na unha;
  • mão muito fria;
  • dedos com feridas;
  • peles com pigmentação mais escura; e
  • esterilização com produtos não indicados.

Dicas, cuidados e dúvidas sobre como usar um oxímetro

Algumas dicas e cuidados pode ajudá-lo a obter resultados mais precisos e preservar o seu aparelho. Acompanhe:

  • Não utilize o oxímetro em uma atmosfera explosiva;
  • Antes da aferição, limpe a borracha do aparelho e o dedo que será utilizado com álcool 70%;
  • Atente-se para fazer a medição com as mãos quentes para não interferir na circulação sanguínea;
  • Utilize o aparelho em um dedo sem feridas ou qualquer escoreação; e
  • Caso esteja em um ambiente muito iluminado, colocar uma toalha por cima do aparelho para a luz não influenciar no resultado.

Outras dúvidas que também surgiram de nossos leitores tem a ver com a posição na hora da medição, a calibragem do aparelho e oxímetros para crianças e adultos. Confira:

  • A posição da pessoa não influencia no resultado do oxímetro, então pode ser feita a medição em pé, sentado ou deitado sem problemas;
  • A calibragem do oxímetro é feita automaticamente toda vez que ele inicia uma medição;
  • O aparelho também pode possuir um botão de calibragem;
  • Ainda sobre a calibragem do aparelho, a recomendação é levar o oxímetro em um técnico uma vez no ano para fazer uma calibragem mais completa e mantê-lo funcionando perfeitamente;
  • Na hora de adquirir um oxímetro para uma criança ou para um adulto, questione se o aparelho serve para os dois usos, pois existem aqueles específicos que só podem ser utilizados por um ou outro.

Caso você ainda não tenha adquirido o seu oxímetro, saiba que nas lojas Maconequi você encontra as melhores marcas pelos melhores preços! Não deixe de conferir no site, pois nós entregamos em todo Brasil!