Início>Cuidados com a saúde>Produtos para Saúde>Como usar o monitor cardíaco: tire suas 5 principais dúvidas

Como usar o monitor cardíaco: tire suas 5 principais dúvidas

Por |2019-12-26T10:39:30-03:0020/02/2018|Cuidados com a saúde, Produtos para Saúde|0 Comentários

Você sabe para que serve e como usar o monitor cardíaco? Esse aparelho, também conhecido como frequencímetro, é utilizado para medir os batimentos do coração durante a atividade física. Assim, ele é uma poderosa ferramenta para controlar a intensidade do exercício e garantir a segurança do treinamento.

Quer saber como o monitor cardíaco pode ajudar a melhorar a sua performance no esporte? Preparamos este post para esclarecer cinco dúvidas principais sobre esse aparelho.

1. O que é monitor cardíaco?

Todo frequencímetro é composto por dois componentes. Um deles é uma faixa que fica ao redor do tórax e detecta os pulsos eletrônicos gerados pelos batimentos do coração.

O outro é um relógio que recebe os sinais captados pela cinta peitoral. Dependendo do modelo, o dispositivo exibe, além do ritmo cardíaco, outras informações, como o gasto calórico e o consumo de oxigênio.

2. O que a frequência cardíaca indica?

O coração é o órgão que impulsiona o sangue pelos vasos sanguíneos, fazendo com que o oxigênio e os nutrientes sejam levados a todas as partes do corpo. Durante a atividade física, os músculos necessitam de um aporte maior dessas substâncias. Por isso, o coração trabalha mais quando estamos em movimento intenso.

Conforme o condicionamento físico melhora, o sangue passa a ser bombeado com maior eficiência. Isso quer dizer que são necessários menos batimentos por minuto para manter o fluxo sanguíneo no ritmo ideal.

3. Qual é a minha frequência cardíaca-alvo?

Para responder a essa pergunta, é preciso determinar a sua frequência cardíaca máxima (FCM). Ela pode ser calculada subtraindo a sua idade de 220. Por exemplo, se você tem 35 anos, a sua FCM é 185 batimentos por minuto.

Para a maioria das pessoas, a intensidade do exercício deve ser mantida de forma que a frequência cardíaca não ultrapasse 85% da FCM. Antes de iniciar a prática de exercícios, converse com o seu médico para verificar o quanto você pode exigir do seu coração durante a atividade física.

 

Você ainda não tem um monitor cardíaco? Que tal adquirir o seu agora mesmo?

4. Quem deve usar um monitor cardíaco?

Usando o frequencímetro, é possível avaliar se o treinamento está sendo realizado com a intensidade apropriada. Com isso, você pode controlar melhor o seu nível de esforço, elevando ou reduzindo o ritmo conforme a necessidade.

Apesar de ser um instrumento útil para todos, o monitor cardíaco é particularmente importante para os portadores de doenças crônicas, como hipertensão e diabetes. Afinal, os riscos associados aos excessos na prática esportiva são maiores para esse grupo de pessoas.

5. Quando e como usar o monitor cardíaco?

Além de monitorar o ritmo das atividades físicas, o frequencímetro pode ser utilizado também para a verificação da frequência cardíaca em repouso. Essa medida, que deve ser realizada logo ao acordar, é um bom indicador do condicionamento físico e permite avaliar se é necessário descansar mais entre os treinos.

A colocação do monitor cardíaco é bastante simples. Basta umedecer o sensor da cinta peitoral e garantir que ele esteja completamente em contato com a pele. O elástico deve ser ajustado para que a faixa fique firme no tórax, mas sem causar desconforto. Dessa forma, os sinais serão captados corretamente e enviados com precisão para o relógio.

Quando você sabe como usar o monitor cardíaco corretamente, é possível melhorar o desempenho nos treinos e, ao mesmo tempo, identificar sinais de doenças cardiovasculares. Caso haja suspeita de que alguma coisa não vai bem, interrompa o exercício imediatamente e busque orientação profissional.

Conheça mais dos nosso produtos: https://www.maconequi.com.br

Deixar Um Comentário