Como saber se estou no período fértil?

| |

É no período fértil (ou período de ovulação) que mulheres têm a maior chance de engravidar, pois é nele que o útero se prepara para receber a fecundação — encontro entre espermatozoide e óvulo. Assim se dá início à gravidez, mas a grande dúvida é: como saber se estou no período fértil?

Existem formas de identificar quando a mulher está no seu período fértil. Ele pode ser identificado por meio de cálculos, a partir do ciclo menstrual, ou pelos sinais que o próprio corpo dá. Quer entender mais sobre? Continue lendo!

Como identificar o período fértil?

Saber quando se está no período fértil é importante, principalmente, quando se quer engravidar. Por esse motivo, o jeito mais comum de identificá-lo é fazendo cálculos de acordo com o ciclo menstrual. 

Essa fase dura 6 dias e acontece todos os meses até a menopausa (último ciclo menstrual). Ela ocorre 3 dias antes e 3 dias depois da ovulação, ou seja, o dia mais fértil do período menstrual. A ovulação acontece no 14º dia de menstruação, metade de um ciclo regular que dura 28 dias. 

Apesar disso, existem mulheres que têm o ciclo menstrual irregular. Nesses casos, a duração do ciclo costuma variar. Quando isso acontece o cálculo deve ser feito de forma diferente. Entenda como calcular o período fértil em cada tipo de ciclo menstrual:

Ciclo regular

Como já sabemos, o ciclo menstrual regular dura 28 dias, contados a partir do primeiro dia de menstruação. Nesse caso a ovulação, que ocorre na metade do ciclo, ou seja, o 14º dia de menstruação, é a referência para chegar até o período fértil.

A partir da data de ovulação (14º dia de menstruação) são contabilizados os 3 dias que antecedem e os 3 dias que vem após ela. Dessa forma encontramos o período fértil, que compreende esses dias.

Essa é a forma de encontrar o período fértil em pessoas com ciclo regular, ou seja, que sempre tem o mesmo tempo de duração. Apesar disso, existem também casos em que o ciclo é considerado irregular por não possuir o mesmo tempo de duração. 

Ciclo irregular

Nesse caso, as pessoas não costumam ter 28 dias em seu ciclo menstrual, considerado irregular. Por esse motivo o cálculo se torna mais complexo e incerto para quem busca engravidar, por exemplo. Entenda como calcular o período fértil em ciclos irregulares:

  • primeiro passo: aqui é necessário que a pessoa anote a data de início do ciclo, ou seja, o primeiro dia de menstruação, durante 1 ano; 
  • segundo passo: depois disso conte o tempo de duração de todos esses ciclos;
  • terceiro passo: identificar o mês com ciclo foi mais curto e subtrair 18 do total de dias;
  • quarto passo: identificar o mês com ciclo mais longo e subtrair 11 do total de dias;
  • quinto passo: nesse caso o período fértil acontece entre as datas dos resultados dessas contas. 

Por exemplo: se o ciclo mais curto durou 21 dias e o ciclo mais longo durou 28 dias teremos as subtrações de 21-18= 3 e 28-11= 17. Isso quer dizer que nesse caso o período fértil acontece entre o dia 3 e o dia 17 de cada mês.

Também vale dizer que usar a tabelinha como método contraceptivo não é eficaz para quem não deseja ter filhos. Ele consiste em verificar o calendário mensal para evitar relações sexuais durante o período fértil. 

Além disso, existem outras formas de identificar o período fértil. Entenda a seguir.

Sintomas do período fértil

Além dos cálculos feitos a partir do ciclo menstrual, existem alguns sintomas que podem ser percebidos durante o período fértil. 

Esses sintomas surgem quando o óvulo é liberado pelo ovário e chega até as trompas de Falópio, ou seja, no momento da ovulação. São eles:

Secreção vaginal transparente

Durante o período fértil o organismo produz mais secreção vaginal do que o normal. Isso acontece através da liberação de um hormônio chamado estradiol. Por isso é comum observar esse tipo de muco em roupas íntimas nesse período.

Esse corrimento é gelatinoso e transparente, parecido com a clara de um ovo cru. Ele funciona como um lubrificante vaginal, ajuda na entrada dos espermatozoides e facilita a fecundação. 

Elevação da libido e do apetite sexual

É comum que durante o período fértil a pessoa sinta um aumento no desejo sexual e até mesmo da autoestima. Isso também acontece pelo aumento dos níveis hormonais.

Aparecimento de espinhas

Nesse período a pele da mulher tende a ficar mais oleosa. Isso contribui para o aparecimento de cravos e espinhas, mesmo durante a vida adulta.

Leve aumento da temperatura corporal

É normal que haja uma elevação leve da temperatura corporal durante esse período. Isso acontece por conta dos esforços realizados pelo organismo enquanto se prepara para a fecundação. 

 Nesse momento também  libera-se os óvulos por meio dos folículos ovarianos (estruturas que abrigam os óvulos). Durante esse processo há um aumento na quantidade de progesterona e faz com que a temperatura aumente de 0,3 a 0,8ºC.

Essa alteração pode ser medida com um termômetro e melhor percebida logo ao acordar. Apesar disso, vale ressaltar que essa condição não é precisa, pois qualquer problema de saúde também pode alterar a temperatura corporal.

Dor no baixo ventre

A dor fica localizada na parte de baixo da barriga, próxima a altura dos ovários. Esse é um sintoma bastante frequente durante o período fértil. 

O incômodo se assemelha a leves pontadas, como cólicas que aparecem e desaparecem. Isso indica que o período da ovulação.

Irritação e instabilidade emocional 

As alterações hormonais que ocorrem nesse período também podem causar variações de humor e irritabilidade. 

Além disso, existe também um teste de ovulação, que dá mais segurança sobre a data correta do período fértil. Esse teste é encontrado para venda em farmácias.

Observar esses sintomas pode te ajudar a identificar o período fértil. Apesar disso, caso queira ter uma maior certeza, faça ou indique o teste. 

Neste artigo entendemos melhor sobre como saber se alguém está no período fértil e seus sintomas. Gostou? Quer ler mais sobre saúde e bem-estar? Aqui no blog da Maconequi temos o que você precisa. Confira!

Anterior

O que é bom para aliviar o estresse?

Qual é o método contraceptivo mais eficaz? 

Próximo

Deixe um comentário