Como furar o dedo para medir glicose?
>, Produtos para Saúde, Qualidade de Vida>Como furar o dedo para medir glicose?

Como furar o dedo para medir glicose?

O diabetes é uma síndrome metabólica que, em regra, decorre da produção insuficiente de insulina, hormônio responsável pela quebra da glicose no sangue. Dessa forma, os diabéticos precisam manter uma dieta livre de açúcares, fazer uso de medicação e principalmente, controlar constantemente os níveis de açúcar no organismo.

E para que esse controle seja efetivo, os diabéticos se valem de alguns equipamentos como glicosímetros, tiras reagentes e canetas lancetadoras.

Mas, para que os produtos para diabetes funcionem de forma correta, é preciso tomar alguns cuidados na hora de utilizá-los. Pensando nisso, elaboramos este artigo com dicas de como furar o dedo para medir glicose.

Acompanhe!

Quando a medição deve ser realizada 

Como regra geral, a medição da glicose deve ser feita com seu aparelho medidor de glicemia, nas seguintes situações:

  1. ao acordar, em jejum; 
  2. antes de se alimentar, pois assim você pode comparar os índices da sua glicemia em relação aos alimentos escolhidos para a refeição; 
  3. após a refeição, para verificar a interferência do alimento na taxa de açúcar do sangue; 
  4. sempre que sentir algum sintoma diferente.

Em um paciente adulto com diabetes, a definição geral básica de metas glicêmicas é a seguinte.

  • A glicemia normal em jejum não poderá ultrapassar os 100 mg/dl. 
  • A média de glicose antes da refeição deve ser entre 90 e 130 mg/dl. 
  • Duas horas após uma refeição, o valor máximo não deve ser superior a 140 mg/dl.

Como furar dedo para medir glicose

A medição da glicose é feita por meio de uma gota de sangue retirada da ponta dos dedos, que deve ser furado seguindo os passos abaixo:

Limpeza da mãos

Lave as mãos, de preferência com água e sabão, para eliminar qualquer substância que possa interferir no resultado. 

Se for limpar as mãos com álcool, espere secar bem antes de realizar o exame.   

Escolha do dedo 

Para evitar furar sempre o mesmo local, é recomendado trocar de dedo a cada nova medição da glicemia. 

O local do furo 

Geralmente, o meio da ponta do dedo é o local que dói mais. Assim, prefira as laterais do dedo que possuem menos nervos e por isso doem menos. 

Na hora do furo

Deixe seu braço estendido ao longo do corpo, na posição vertical, por aproximadamente um minuto e com a ajuda do dedão vá aquecendo e massageando o dedo escolhido para o furo, da base até a ponta, por cerca de 3 segundos. Coloque o dedo abaixo da linha do coração e então faça o furo. 

Com esses cuidados, o sangue sai com maior facilidade e em maior quantidade. 

Como utilizar as lancetas

O ideal é que cada lanceta seja usada apenas uma vez. 

Já quanto à profundidade em que a lanceta penetra na pele, existem alguns modelos que permitem que isso seja regulado. Converse com seu médico e escolha uma profundidade que não incomode. 

As tiras do medidor de glicose

Encoste a tira do medidor na gota de sangue até preencher o depósito da tira, sem esfregar. Por isso, é importante seguir as dicas para que a quantidade de sangue seja suficiente para cobrir a fita.

Evite hematomas

Após a picada, com um algodão, pressione o local do furo até parar o sangramento. 

Não use álcool nas mãos, ele pode afinar a pele e tornar o exame dolorido com o tempo. O melhor é usar creme hidratante para as mãos e assim manter as pontas dos dedos macias e mais fáceis de serem picadas. 

Outros cuidados necessários na hora de medir a glicose

Agora que você já sabe como furar o dedo para medir glicose, observe o seguinte:

  • verifique o prazo de validade das tiras do aparelho para que o resultado da medição não seja comprometido; 
  • alguns aparelhos de glicemia podem funcionar de maneira diferente, por isso é muito importante ler as instruções de utilização do fabricante, antes de fazer uso do aparelho;
  • para evitar leituras incorretas, faça a limpeza do equipamento de forma regular e de acordo com a recomendação do fabricante;
  • procure seu médico e peça orientações sempre que precisar.

Quer saber mais sobre o diabetes e outros cuidados com a saúde? Então continue acompanhando nosso blog.

Deixe seu comentário