Coluna cervical: descubra o que pode ser e quais são as causas das dores nessa região

| |

Dores na coluna acabam com o bom humor e disposição de qualquer pessoa, não? E claro, além disso podem ser sinal de problemas mais graves. Por isso, ao primeiro sinal de dor na coluna cervical é bom tomar alguns cuidados.

E para que você saiba mais sobre o assunto, preparamos este conteúdo especial. Acompanhe e boa leitura!

O que é a dor na coluna cervical

A dor na coluna cervical, também conhecida como cervicalgia, é um problema comum que, apesar de poder surgir em qualquer idade, é mais frequente durante a idade adulta e na terceira idade.

Pode se tratar de uma dor temporária e sem importância, causada por uma tensão muscular. Porém, pode ser causada por algo mais sério, como artrite ou compressão dos nervos, fazendo com que surja uma dor intensa e persistente por um longo tempo. 

Dito isso, é bom frisar que, se a dor na coluna cervical durar mais de três dias, você deve procurar um profissional que possa identificar a causa do problema, bem como apresentar uma solução. Você pode pedir ajuda a um fisioterapeuta, ortopedista ou mesmo clínico geral.

As causas mais comuns da dor cervical 

Entre as causas mais comuns para a dor na coluna cervical podemos citar:

Tensão muscular

Primeira e mais comum causa de dor na região da coluna cervical. É provocada por  atividades do dia a dia como má postura, trabalhar sentado por muito tempo, dormir em determinadas posições ou fazer contração dos músculos do pescoço durante o exercício físico.

Ela pode surgir também em momentos de grande estresse que geram contraturas na região cervical.

Desgaste das articulações

O desgaste articular é a principal causa da dor cervical em pessoas com mais idade e costuma estar associado a doenças crônicas como artrose cervical, que causa inflamação entre as vértebras, gerando a dor.

Pode vir acompanhada de outros sintomas, tais como: dificuldade para movimentar o pescoço, dor de cabeça e produção de pequenos estalidos.

Nesses casos, é necessário fazer fisioterapia e o ortopedista pode indicar o uso de alguns remédios para diminuir a inflamação e aliviar a dor. 

Hérnia de disco

A hérnia de disco também é considerada uma das principais causas de dor na coluna cervical. E isso ocorre porque o disco começa a fazer pressão sobre os nervos que passam na coluna, gerando dor constante e sintomas como formigamento ou dormência nas pernas e braços. 

A hérnia de disco é mais frequente após os 40 anos, mas pode surgir em qualquer idade por conta da má postura.

A dor pode ser aliviada com compressas quentes no local, ingestão de anti-inflamatórios e analgésicos indicados pelo ortopedista e também fisioterapia. Porém, em casos mais graves, o médico pode sugerir outros tratamentos para a hérnia de disco ou mesmo a cirurgia. 

Remédios que podem ser usados nos casos de dor na coluna cervical

Para aliviar a dor e garantir que se está fazendo o tratamento mais adequado é muito importante consultar o médico. Só ele pode diagnosticar a causa e, assim, saber qual o melhor tratamento.

Quando é necessário tomar medicamentos, geralmente o médico indica analgésicos, anti-inflamatórios e relaxantes musculares.

Quando procurar o médico

É importante procurar um médico quando a dor na coluna cervical for intensa, persistir por vários dias e vier acompanhada dos seguintes sintomas:

  • Muita dificuldade para movimentar o pescoço;
  • Formigamento e falta de força nos braços;
  • Tonturas ou desmaio;
  • Febre;
  • Sensação de areia nas articulações do pescoço.

Como fortalecer a coluna cervical

A melhor maneira de prevenir problemas e dores na coluna cervical é fortalecendo a região por meio da prática de exercícios físicos como: 

  • A natação contribui para que a pessoa se exercite sem sofrer impactos na região já afetada; 
  • Exercícios de orientação postural que explorem as diversas posições da cabeça, contribuem para amenizar as dores na coluna cervical;  
  • Exercícios aeróbicos de baixo impacto como a caminhada, são importantes por não agredirem as articulações e ainda ajudam a manter o peso sob controle, diminuindo assim a sobrecarga nas articulações;  
  • A dança aumenta a flexibilidade, movimenta as articulações e assim, alivia as dores e a rigidez.

Gostou? Então continue acompanhando nosso blog, temos sempre muitas informações e dicas sobre saúde e bem-estar.

Anterior

Varizes: O que são? Quais as causas? Sintomas e tratamentos?

O que é obesidade e quais são os graus desse distúrbio?

Próximo

Deixe um comentário