Tudo sobre colesterol –  Veja aqui no blog Maconequi!

| |

Muito se fala sobre o colesterol, mas será que você sabe exatamente o que é e qual o impacto dele no seu organismo? Por isso, elaboramos este conteúdo para que você entenda mais sobre o assunto e consiga fazer melhores escolhas no dia a dia.

Acompanhe! Sua saúde agradece.

O que é o colesterol?

O colesterol é um tipo de gordura presente na estrutura das membranas celulares. Ele é fundamental para o bom funcionamento do nosso organismo e está presente no: 

  • Fígado; 
  • Nervos; 
  • Coração; 
  • Intestinos;
  • Pele; 
  • Cérebro;
  • Músculos.

O nosso organismo produz no fígado cerca de 70% de todo colesterol, sendo o restante originário da nossa alimentação. E a maior parte de todo esse colesterol produzido pelo nosso organismo é usado para originar alguns hormônios, como: 

  • Vitamina D;
  • Cortisol; 
  • Estrógeno; 
  • Testosterona; 
  • Ácidos biliares (possuem um papel importante na digestão das gorduras).

Quando consumimos alimentos com alto teor de gordura, apresentamos  mais  colesterol do que o necessário e isso ocasiona a alteração do nível normal para um que não é saudável.

Porém, vale destacar: tanto as altas taxas de colesterol quanto as muito baixas são prejudiciais para a saúde.

Quais são os tipos de colesterol?

Com certeza você já ouviu falar em bom (HDL) e o ruim (LDL), certo? Mas na verdade, existem três tipos de colesterol, que são diferentes frações do colesterol total.

1. Colesterol LDL

O colesterol LDL é uma lipoproteína de baixa densidade, conhecido popularmente como colesterol “ruim”.

Ele se acumula nas paredes das artérias, e quando seus níveis estão elevados há um aumento do risco de desenvolver doenças coronárias, como por exemplo: insuficiência arterial, infarto do miocárdio ou derrame cerebral.

2. Colesterol HDL

O colesterol HDL é uma lipoproteína de alta densidade, conhecido popularmente como colesterol “bom” que nos protege do LDL (colesterol “ruim”).

Ele possui como principal função extrair o colesterol LDL das artérias e levá-lo até o fígado onde são metabolizadas e posteriormente eliminadas do organismo.

Fazendo isso, impede-se o acúmulo de gordura no sangue, evitando a formação de trombos e prevenindo doenças cardiovasculares, como aterosclerose ou infarto. Por isso, o ideal é que o colesterol bom esteja sempre em alta.

3. Colesterol VLDL

O Colesterol VLDL é uma lipoproteína de muita baixa densidade, produzido no fígado e tem como sua principal função transportar os triglicerídeos pela corrente sanguínea.

Ele  está diretamente ligado à quantidade de triglicérides e os seus níveis são diretamente influenciados pela dieta que fazemos.

Quando são encontrados em excesso, os triglicerídeos aumentam o risco de problemas cardiovasculares, obesidade, esteatose hepática (gordura no fígado) e pancreatite, por exemplo.

Quais são os valores ideais de colesterol?

Os níveis de colesterol são avaliados por um médico a partir da realização de um exame de sangue. Além dos níveis de HDL e LDL, o exame também permite analisar os níveis de triglicerídeos e colesterol total.

Veja agora os valores de referência de cada um:

  • Colesterol bom (HDL): acima de 60 mg/dL é o ideal, porém os valores acima de 40 mg/dL já são considerados bons;
  • Colesterol ruim (LDL): abaixo de 130 mg/dL, porém em pessoas que fumam, têm pressão alta, diabetes, obesidade e arritmia, por exemplo, é recomendado no máximo 100 mg/dL;
  • Triglicerídeos: abaixo de 150 mg/dL é considerado um valor bom;
  • Colesterol total: abaixo de 190 mg/dL, porém se esse valor for maior e os níveis de LDL estiverem bons, é menos preocupante. 

O que deve ser feito para baixar o colesterol ruim?

Se você pretende abaixar o colesterol ruim, você deve:

  • Fazer 5 ou 6 refeições ao dia, sempre com pequenas quantidades;
  • Procurar ter uma alimentação variada, evitando assim deficiências ou excessos de nutrientes;
  • Manter um consumo adequado de líquidos,uma vez que  isso é essencial para o bom funcionamento do sistema digestivo;
  • Utilizar sal com moderação;
  • Fugir dos alimentos fritos, prefira sempre alimentos cozidos, assados ou grelhados;
  • Trocar o açúcar por adoçantes. 

No mais, alguns alimentos devem ser evitados, como por exemplo: 

  • Margarina, creme de leite, chantilly;
  • Óleo de coco, milho e girassol;
  • Leite integral, coalhada e queijos gordos (amarelos);
  • Toucinho, torresmo, bacon, salames, linguiça, presunto, apresuntado, mortadela, lombinho, salsicha e outros embutidos;
  • Carne de porco (pernil, lombo);
  • Carnes gordas como cupim, picanha, etc;
  • Miúdos (miolo, rim, coração, fígado);
  • Camarão, polvo e lulas;
  • Maionese;
  • Amendoim;
  • Massa (pães, tortas, bolos, biscoitos amanteigados e recheados) em excesso;
  • Doces em geral;
  • Molhos industrializados.

O que fazer para aumentar o nível de colesterol bom?

Para manter os níveis adequados de colesterol bom é recomendado:

  • Evite consumir a gordura trans presente em muitos alimentos industrializados, tais como  salgadinhos e biscoitos;
  • Mantenha uma alimentação equilibrada, consumindo peixes de águas profundas (sardinha, truta, bacalhau, atum, etc), azeite extravirgem, abacate, sementes ricas em ômega 3 (linhaça e chia, por exemplo), aveia, oleaginosas, feijão; frutas ricas em fibras, frutas vermelhas e roxas, soja, chocolates com teor acima de 70% de cacau;  
  • Evite alimentos ricos em açúcar, gordura e carboidrato, tais como doces, refrigerantes, massas, frituras, alimentos industrializados e embutidos (salames, presunto e linguiça);
  • Pratique atividades físicas;
  • Faça exames de rotina para monitorar as taxas de colesterol;
  • Converse com o médico ou nutricionista antes de começar qualquer dieta.

Com mudanças de hábitos é possível melhorar os níveis de colesterol e ter uma vida muito mais saudável.

E se você quer saber mais sobre como ter uma melhor qualidade de vida, continue acompanhando nossos posts! Estamos sempre trazendo dicas e esclarecendo dúvidas.

 

Anterior

 Qual é o melhor corretor postural? Descubra aqui!

Estetoscópio Spirit: qual é o melhor para mim?

Próximo

Deixe um comentário