Início>Cuidados com a saúde>Qualidade de Vida>Cateterismo vesical: como fazer o auto cateterismo intermitente?

Cateterismo vesical: como fazer o auto cateterismo intermitente?

Por |2020-09-18T13:59:02-03:0018/09/2020|Cuidados com a saúde, Qualidade de Vida|0 Comentários

O cateterismo vesical intermitente é um procedimento em que um cateter (sonda) é inserido pela uretra para drenar a urina da bexiga. Geralmente, esse processo deve ser realizado de 4 a 6 vezes ao dia, mas isso vai depender do volume de urina produzido pelo paciente.

O cateterismo intermitente é indicado quando um paciente tem uma retenção urinária parcial ou total, podendo ser temporária ou definitiva. Essa técnica também é comumente utilizada em pacientes que foram submetidos a grandes cirurgias.

A princípio, um técnico de enfermagem devidamente treinado faz esse procedimento, mas o próprio paciente pode aprender e fazer sozinho em casa, é o que chamamos de auto cateterismo.

Como fazer o auto cateterismo?

Antes de fazer o auto cateterismo, é indicado que você tente urinar para evitar a entrada de bactérias na uretra e na bexiga ao introduzir o cateter. Você pode utilizar uma sonda uretral tradicional ou optar por um cateter já lubrificado. Acompanhe o passo a passo a seguir.

Auto cateterismo vesical com sonda tradicional

Antes de começar o procedimento, é preciso lavar muito bem as mãos e a genitália com água e sabão neutro. Indica-se também que mantenha todo o material necessário ao alcance para uma melhor execução do cateterismo.

Material necessário

  • sonda uretral com calibre adequado (crianças utilizam o nº 6, 8 ou 10 e adultos o nº 12, 14 ou 16)
  • lidocaína gel a 2%
  • recipiente para coletar a urina (caso não for eliminada direto no vaso sanitário)
  • um pote plástico com tampa para armazenar a sonda
  • um espelho (para mulheres)

Passo a passo

  1. Com o cateter, a lidocaína gel e o recipiente para coletar a urina ao seu alcance, escolha uma posição confortável em um local limpo e bem iluminado. Essa posição pode ser deitado, recostado no leito, sentado ou em pé.
  2. No caso das mulheres, lembrar sempre de dobrar as pernas ou apoiar um pé sobre um degrau para a melhor visualização da uretra através do espelho.
  3. Aplique uma pequena quantidade de lidocaína gel sobre o cateter e introduza o mesmo na uretra até o momento em que a urina começar a sair.
  4. No caso dos homens, não esquecer de segurar o pênis na posição reta para introduzir o cateter.
  5. Quando parar de sair urina, deve-se puxar lentamente o cateter para ter certeza de que a bexiga realmente está vazia e não irá sair mais nada, para só então retirar totalmente.
  6. O ideal é usar um cateter novo para cada procedimento. Caso não seja possível, lave o cateter por fora, com água e sabão neutro. Por dentro, deixe apenas a água correr por 10 segundos. Seque o cateter com uma toalha limpa e guarde-o dentro do pote com tampa. 
  7. Lembrando que o cateter deve ser guardado seco e limpo e não deve ser armazenado no congelador ou freezer. Por fim, lave bem as mãos.

Auto cateterismo vesical com cateter lubrificado

O procedimento com o cateter lubrificado é bem similar ao processo com sonda tradicional. 

O diferencial se encontra na praticidade e segurança em inserir o cateter na uretra. Com o cateter já lubrificado, não terá necessidade em encostar na área que será introduzida para chegar até a bexiga, tornando o processo mais higiênico.

Para saber mais você pode conferir nosso outro artigo sobre cateter lubrificado. Lá você encontra vídeos e mais detalhes sobre essa novidade no mercado.

Como saber quantas vezes devo fazer o cateterismo vesical intermitente durante o dia?

Para saber quantas vezes você precisa, de fato, fazer o auto cateterismo, você vai precisar de um frasco com medidas em ml para saber a quantidade de urina que fica de resíduo dentro da bexiga após urinar espontaneamente ou após a tentativa de urinar.

Se, na maioria das vezes, o volume desse resíduo for até 100 ml, você não precisa mais fazer o cateterismo, mas se o volume for maior que isso, acompanhe a lista abaixo para saber melhor:

  • 100 a 200 ml: 2 cateterismos ao dia
  • 200 a 300 ml: 3 cateterismos ao dia
  • 300 a 400 ml: 4 cateterismos ao dia
  • mais que 400 ml: 6 cateterismos ao dia

Por que fazer um cateterismo intermitente em vez de usar uma sonda de demora?

Dependendo da situação do paciente, muitas pessoas se questionam sobre a necessidade de repetir o cateterismo várias vezes ao dias tendo a opção de deixá-lo com a sonda de demora (coletor de urina permanente).

Isso acontece devido ao pensamento equivocado de que o cateterismo intermitente machuca e agride o paciente. Se o procedimento for feito de forma correta e utilizando produtos que facilitem o processo, o paciente não sentirá dor alguma.

Fazendo o uso da sonda de demora, o quadro de retenção urinária não irá se resolver, além do risco do paciente ser contaminado por bactérias da própria uretra e contrair uma infecção urinária.

É claro que em determinados casos, a sonda de demora será utilizada, mas não por um período longo de tempo. O ideal é fazer uma transição para que o paciente sondado volte a ter uma micção espontânea, por isso a indicação do cateterismo vesical intermitente.

Quer continuar acompanhando as novidades do mercado da saúde para ter sempre uma qualidade de vida melhor? Fique sempre ligado no nosso blog e também na loja Maconequi! Lá você encontra os melhores produtos com os melhores preços.

Deixar Um Comentário