No nosso artigo Respire bem: aprenda como evitar doenças respiratórias falamos sobre as principais doenças relacionadas ao sistema respiratório (rinite, asma, bronquite, etc),seus sintomas comuns e também trouxemos algumas dicas sobre os cuidados que você precisa ter para se livrar delas.

 Mas hoje, vamos falar especificamente da bronquite, suas causas e modos de prevenção. Acompanhe e saiba mais sobre o assunto.

O que é bronquite 

A bronquite nada mais é que uma grave inflamação nos brônquios (vias aéreas responsáveis por transportar o oxigênio até os pulmões). E com essa inflamação o espaço para a passagem de ar fica menor, fazendo com que a respiração se torna mais difícil e cansativa.

Algumas pessoas estão mais suscetíveis a desenvolver essa doença, como as crianças e os idosos.

A bronquite pode ser de dois tipos: 

  1. Bronquite aguda: processo inflamatório agudo causado por vírus. Costuma estar associado a um processo infeccioso viral ou bacteriano;
  2. Bronquite crônica: processo inflamatório secundário dos brônquios, geralmente ligado à poluição, ao uso de cigarro ou a um processo alérgico, a chamada bronquite asmática.

Bronquite X Asma

Muita gente confunde asma com bronquite e isso é muito compreensível. Os sintomas são muito parecidos e em ambas as doenças ocorre o fechamento dos brônquios. Porém, a principal diferença entre elas é que a asma é crônica, enquanto a bronquite pode surgir em consequência de infecções, como amigdalite e sinusite. 

No mais, as crises de asma são mais curtas e duram horas e, às vezes dias. O tratamento é feito com medicação broncodilatadora. Já as crises de bronquites são mais longas e não são curadas com esses medicamentos, que nesses casos servem apenas para aliviar os sintomas. 

Os sintomas da bronquite

Entre os sintomas da bronquite podemos citar:

  • Falta de ar;
  • Irritação na garganta;
  • Tosse com secreção; 
  • Chiado;
  • Dores no peito;
  • Dificuldade para respirar. 

Esses sintomas podem aparecer durante as crises e, geralmente estão associados à gripes e resfriados. 

O tratamento e prevenção da bronquite 

No nosso artigo 4 dicas de como tratar a bronquite asmática, já falamos de como deve ser feita a prevenção e tratamento da asma, porém, não custa recordar: 

1. Adote hábitos saudáveis

Mantenha hábitos saudáveis como praticar atividades físicas ao ar livre, ter uma alimentação equilibrada, não fumar ou ficar em ambientes com fumaça de cigarro, controlar o estresse, evitar lugares poluídos, etc. 

Cuida também da higiene lavando as mãos e coloque a vacinação em dia, já que os casos de bronquite aguda são causados por vírus em sua maioria.

2. Use medicamentos conforme orientação médica

Só use medicamentos recomendados pelos médicos, principalmente os pneumologistas, alergistas, clínicos gerais, imunologistas e pediatras, no caso de crianças.

A medicação é destinada para conter a inflamação e diminuir as crises (anti-inflamatórios) e para aliviar a falta de ar (broncodilatadores).

3. Faça fisioterapia pulmonar 

A fisioterapia é muito eficaz para melhorar a capacidade pulmonar do paciente por meio de exercícios respiratórios. Com a prática, notamos melhora na respiração e no condicionamento físico, já que eles fortalecem os músculos envolvidos no processo de puxar, soltar e manter o ar nos pulmões.

Saber respirar corretamente pode ajudar muito em momentos de crise alérgica, principalmente porque faz com que o paciente se acalme. 

4. Faça nebulização

O nebulizador é um grande aliado para quem sofre com bronquite. A nebulização/inalação ajuda o remédio (ou soro fisiológico) a chegar mais rápido aos brônquios, o que melhora a respiração e alivia a sensação de falta de ar.

E por falar em inalador, na Maconequi você encontra uma grande variedade de inaladores. Aparelhos cada vez mais acessíveis, práticos, silenciosos e fáceis de usar. Confira!