Início>Cuidados com a saúde>Terceira Idade>Acidentes com idosos: conheça os principais e saiba como evitá-los

Acidentes com idosos: conheça os principais e saiba como evitá-los

Por |2019-12-23T09:56:30-03:0027/11/2018|Cuidados com a saúde, Terceira Idade|0 Comentários

Os acidentes com idosos são muito comuns e merecem toda atenção e preocupação. Quedas e demais acidentes domésticos podem causar diversos tipos de lesões, algumas delas graves, que podem demandar procedimentos cirúrgicos e todas as complicações que isso envolve.

Além de reconhecer quais são os casos principais, é importante saber o que fazer para evitá-los. Com medidas específicas de segurança, é possível obter a proteção necessária nesse sentido.

A seguir, veja quais são os principais acidentes com idosos e saiba o que fazer para que os quadros não ocorram.

Por que as ocorrências são mais frequentes nessa fase da vida?

Conforme o corpo envelhece, diversas funções do organismo são prejudicadas. Entre os idosos, é comum ter dificuldades de locomoção, por exemplo. A resistência neuromuscular reduzida aumenta o risco de acidentes, já que prejudica o caminhar.

Também são fatores a perda de acuidade visual e auditiva, a diminuição do equilíbrio e até a degeneração cerebral. Especialmente entre os que moram sozinhos, os quadros se concretizam com frequência.

VEJA TAMBÉM: Conheça algumas atividades para idosos.

Quais são os principais acidentes com idosos?

Quando se fala em ocorrências acidentais com pessoas da terceira idade, alguns casos são mais frequentes que outros. Para se prevenir, veja quais são os recorrentes e entenda por que acontecem.

Quedas

As quedas e suas complicações são responsáveis por 70% das mortes acidentais em idosos. No ranking geral, ocupa a sexta posição entre os óbitos de quem tem mais 65 anos.

A degeneração dos sistemas aumenta a dificuldade motora para caminhar e se manter em equilíbrio. Áreas perigosas, como o banheiro, são locais frequentes dessas ocorrências.

Queimadura

Outro quadro que desperta muita atenção é o risco de queimadura. O problema acontece especialmente na cozinha e se deve à falta de avaliação dos riscos.

Ela também pode ocorrer no banheiro, como quando a água do chuveiro fica muito quente. Como a pele se torna ressecada e mais sensível com o passar da idade, as chances de queimadura se multiplicam.

Intoxicação

Já a intoxicação se dá, majoritariamente, por causa medicamentosa. Isso ocorre quando o idoso se esqueceu de que já tomou o remédio ou ingere uma quantidade acima do recomendado.

Menos frequentemente, pode ocorrer de o paciente se intoxicar com produtos químicos que se assemelham a outros do dia a dia. Com prejuízos no funcionamento cerebral, o indivíduo talvez se confunda e consuma elementos tóxicos.

Asfixia

Outro entre os acidentes com idosos é a asfixia. Normalmente, ela acontece durante o sono, como quando o indivíduo não consegue retornar a uma posição adequada, por exemplo.

Também pode ocorrer por conta de engasgos com comida ou remédios. Sem o apoio de alguém para reverter o quadro, a asfixia se concretiza.

Como evitar essas ocorrências?

Todos os cenários podem ser prevenidos com medidas simples. Para evitar quedas, é essencial ter atenção a tapetes e à iluminação, por exemplo. Tudo deve estar claro, e o caminho, desobstruído.

No banheiro, é importante contar com um piso antiderrapante, com um tapete especial no box e com o vaso sanitário na posição adequada, sem ser muito baixo. É conveniente, também, instalar barras de apoio.

Já os móveis devem ter quinas protegidas ou arredondadas. Caso ocorra algum choque, os riscos de machucados são reduzidos. Os medicamentos, por sua vez, têm que ser separados e administrados de forma controlada, de preferência.

Agora que você conhece quais são os acidentes com idosos mais comuns, é possível evitá-los com as medidas certas. Assim, há máxima segurança e proteção às pessoas da terceira idade.

Quer receber outras dicas e informações importantes? Assine nossa newsletter e fique sempre por dentro!

Deixar Um Comentário